Não tenho dúvidas de que a Microsoft está empenhada em fazer do Windows 8 (nome oficialmente confirmado hoje) o melhor sistema operacional que existe para a maioria dos usuários. Disso depende o negócio dela. Portanto, é com certa satisfação que vejo que a companhia simplificou tudo ao lançar somente duas SKUs (ou versões de produto) para que os consumidores escolham. E pelo menos mais uma informação, confirmada hoje, promete simplificar nossa vida.

Ao anunciar que o Windows 8 terá três versões (duas para PC ou tablets e uma para chips ARM), a companhia também liberou a lista dos recursos que estarão presentes nesses sistemas. Para nossa alegria, consta desta lista a mudança de idioma “on-the-fly” tanto no Windows 8 tradicional como no Pro ou no RT.

Isso quer dizer que algo disponível desde sempre no Mac OS e no Ubuntu (apenas para citar os dois sistemas com os quais tenho maior familiaridade) finalmente chega ao Windows para todas as versões. Não importa se você é um pobre usuário do Windows 8 tradicional ou um rico proprietário de Windows 8 Pro, poderá modificar o idioma da sua máquina no momento em que quiser.

Conforme o leitor Felipe Zorzo aponta, o recurso funciona por meio de um painel de controle integrado com todos os idiomas que o usuário escolheu. Ao adicionar um novo, ele é baixado no formato de Language Pack e pode ser ativado a qualquer momento. A MS não deixa claro se o PC deverá ser reiniciado para utilizar outra língua.

Nós ainda não temos mais detalhes sobre esta função, bem como a lista completa de recursos do Windows 8. Mas a MS deu a pista: a troca de idiomas funcionará por meio dos Language Packs, ou pacotes de idioma. Eles existem atualmente — nisso não há surpresa alguma —, porém a abrangência será de outra ordem.

Para mim deveria ser padrão a opção de mudar o idioma do sistema. Recurso dos mais básicos. Porém, exclusivo para quem tem o Windows 7 Ultimate (ou Enterprise) quando falamos da versão mais atual do sistema operacional. Ou seja, opção somente para quem detém a versão topo de linha do Windows. A mais cara e, portanto, a menos usada.

Windows 7 Ultimate e os 34 pacotes de idioma

Isso acaba com o Windows 8. Todos terão a chance de mudar o idioma, sejam usuários de Windows 8 ou Windows 8 Pro.

Aquele primo de fora que está te visitando poderá usar o Windows em alemão caso queira, para não perder a experiência de utilizar o computador em sua língua-mãe. Bola dentro da Microsoft! (Depois de muito pedirmos esse recurso, é bom dizer)

Só não me pergunte se os Language Packs serão pagos. Espero que não.

Atualizado às 21h25.