Apesar do crescimento do Facebook ter amplo espaço nos meios de comunicação, o Google ainda é, de longe, a maior empresa de anúncios online do mundo. Em 2011 o gigante da web arrecadou nada menos do que US$ 37 bilhões com propagandas pela rede, enquanto o Facebook se contentou com “apenas” US$ 2,9 bilhões.

Mas isso não significa que o Google esteja tranquilo em relação ao Facebook. Como aponta o colunista Dan Frommer, do ReadWriteWeb, o Google está “horrorizado” com o Facebook por ele saber demais sobre os usuários.

“O Facebook sabe quem você é porque você contou para eles”, diz o jornalista, que aponta que a rede social é capaz de exibir anúncios para navegantes, personalizados de acordo com seu perfil. “Os usuários oferecem voluntariamente uma série de dados, como localização, idade, sexo, interesses, status de relacionamento, educação e trabalho”, comenta, de quebra explicado os motivos do gigante da web estar investindo tão agressivamente em sua própria rede social (e em seus potenciais lucros) nos últimos tempos.

Tudo isso não passaria de mera especulação se não fosse a postura agressiva do CEO Sergey Brin em relação ao Facebook em uma entrevista dada neste final de semana ao jornal inglês The Guardian.

“Forças muito poderosas estão se alinhando contra o lado aberto da internet ao redor de todo o mundo” disse o executivo ao jornal, que em seguida explica que as ameaças vêm de governos que querem restringir as comunicações de seus cidadão, empresas que querem combater a pirataria e dos “jardins murados” que o Facebook (e a Apple) controem para controlar rigidamente o conteúdo acessado por seus usuários.

De acordo com Brin, o Facebook “não torna fácil a transferência de dados de seus servidores, enquanto vem sugando contatos do Gmail há anos”. E completa afirmando que ele e Larry Page jamais conseguiriam criar o Google se algo como o Facebook existisse na época. “Você tem que jogar de acordo com as regras deles, que são bem restritivas. (…) Desenvolvemos o Google em um ambiente aberto. Hoje há muitas regras que limitam a inovação”, diz.

Em todo caso, as opiniões do Google sobre o Facebook já foram bem diferentes. Em 2011, o chairman Erich Schmidt chegou a afirmar que Mark Zuckerberg chegou a negar uma parceira com sua empresa, o que acabou dando na criação do Google+.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Vinicius C. Souza
O número de telefone serve pra você usar como método de recuperação de conta. Caso você perca ou esqueça sua senha, eles entram em contato por sms, enviando um código pra verificação. Eles pedem o número periodicamente pra confirmar se você ainda tem o mesmo número, é apenas um método de segurança pra proteger sua conta.
@Li_shoran
Tem muita gente que fala "Facebook é melhor que Orkut" "Facebook é só os TOP" O tanto de analfabeto que vejo no facebook e orkut é tenso e mais, Orkut ainda serve como fórum, facebook só serve pra... humm... fofoca? Eu tenho facebook, Twitter, orkut de boa, mas ainda prefiro o bom e velho Orkut pela sua Organização, sim, organização, o que o facebook tem a oferecer de verdade, no que ele ajuda? Só serve pra divulgar seu dia-a-dia *fofocar* e ver os anúncios das empresas =P, Essa é a verdade. Facebook vai acabar e depois bumba, no more. Claro que essa é apenas minha humilde opinião, ^^ Faceboteiros não precisam vir aqui ficar de mimimi
Ronaldo Gogoni
"O preço da liberdade é a eterna vigilância".
Michael Felipe
Mesmo o Mark dizendo que não pretende fazer novas aquisições. Ao meu ver, a compra do Instagram faz com que o Facebook tenha mais do que um serviço à oferecer.
Thiago Sabaia
Não porque essa briga, eles ganham muito mais que o Facebook com publicidade...
@antoniofonseca
Correção: o CEO do Google não é Sergey Brin e sim o outro co-fundador, Larry Page.
@oficialjoao
A lei te obriga a guardar logs e dados por pelo menos 6 meses, não fale do que não conhece. Só vejo você falando merda.
@oficialjoao
"Perdendo usuários" ele tinha 500 milhões de usuários ano passado e hoje conta com mais de 800 milhões. Porra, estão perdendo muitos usuários.
Marcelo
Acredito que ambos lidam de forma diferente, pois até agora os "+1" do Google não estão influenciando muito nos anúncios que são apresentados a mim, diferentemente do Curtir do Facebook+, sem falar que o perfil do Google+ não é la aquelas coisas, não tem nem como adicionar seus interesses e coisas prediletas :3
Yangm
E mulheres peitudas.
Breno Caldeira
Então o FB está jogando cuecas em sua face...
Breno Caldeira
Diga isto a eles...
Yangm
Só me aparecem anúncios de "Cuecas Calvin" e "Você está solteiro?" no facebook, enquanto que no Google aparece anúncios sobre games, tecnologia e etc.
Marcoscs
E será que o Google+ lida com os dados dos usuários de forma muito diferente da forma como o FB lida?
Yangm
Como assim não tem privacidade no Modo Punheta?
Exibir mais comentários