A Adidas anunciou nesta semana que promoverá a primeira partida de futebol “smart”, em que os jogadores dos dois times utilizarão uniformes e bolas inteligentes. Agendada para acontecer dia 25 de julho, o jogo entre o combinado LMS All Stars e o time britânico Chelsea será “smartficado” pelo sistema MiCoach, lançado no ano passado.

Basicamente um concorrente para do Nike+, o MiCoach é capaz de monitorar a posição e movimentação de um jogador em campo e passa todos detalhes em tempo real para o treinador, que acompanha os dados a partir de um tablet. O MiCoach é composto por um sensor cardíaco, localizador e pedômetro, que informam os dados vitais do jogador, temperatura, distância percorrida e ainda informam sua localização no campo. O produto ainda conta com um rádio para receber informações do técnico, mas a Adidas não informou se ele será usado no jogo.

Chuteira com tecnologia do MiCoach

De acordo com a empresa alemã, essa será a primeira partida oficial equipada com gadgets e outros apetrechos tecnológicos. A Adidas afirma que o MiCoach não é exatamente uma novidade para os jogadores do Chelsea, que “já o utilizam nos treinos”.

Bom lembrar que o jogo entre o LMS All Stars – combinado norte-americano de jogadores selecionados pela torcida – e o Chelsea é um amistoso de times profissionais, mas a ideia da Adidas é implantar o MiCoach em ligas oficiais “num futuro próximo”.

Se você se interessou pela novidade mas futebol não é sua praia, a Adidas promete o MiCoach para outras modalidades em breve.

Confira o comercial preparado para anunciar a primeira partida de smart-futebol.

Com informações Wired

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@daniellpita
Smart-futebol é o que o time do barcelona joga. Isso aí é smart-prancheta-do-Joel. Engraçado, no mundial de 2010 (ou o de 2010) de futsal, eu acompanhei e ouvi o narrador/comentarista citando que a seleção brasileira de futsal tem dois auxiliares com notebook, onde eles acompanham os jogares e sabem a hora exata pra substituir, de acordo com os dados do jogador em campo, para que eles não cansem muito e assim o time aproveitar o máximo de cada um. Não se se era algo parecido, ou somente o tempo em campo. De qualquer forma, ótima tecnologia pro treinador posicionar os jogadores qd algo não estiver dando certo, substituir de acordo com o rendimento de cada um e o pós jogo ter uma análise cientifica-tecnológica também.
Ronyan_
Seria bom, pra evitar casos de o jogador ter um ataque fulminante em campo.. vide muamba.
Arthur Novello
A partir dessa partida será comprovado por um computador que o Torres não consegue fazer gols...
Guilherme
Sempre dao um jeitinho brasileiro
Yangm
E agora, como os times brasileiros irão fazer para vender as partidas sem serem descobertos?
Pedro
Eu sempre imaginei que algo do tipo poderia ser aplicado ao futebol para sanar aquelas dúvidas relativas a impedimentos e gols em que a bola não entra totalmente. Bacana, pode ser o futuro do esporte...