A IBM está trabalhando em um supercomputador capaz de processar 1 exabyte de dados por dia — se você não tem ideia de quanto é isso, basta imaginar 1 milhão de discos rígidos de 1 TB lado a lado. Todos esses dados serão gerados por potentes telescópios interligados numa área de 3 mil quilômetros quadrados, que devem começar a ser construídos em 2017.

O projeto Square Kilometer Array (SKA) pretende descobrir o que aconteceu no Big Bang, evento provavelmente ocorrido há 13 bilhões de anos que dá nome a teoria científica mais conhecida da criação do universo. Uma das maiores dificuldades da IBM será desenvolver uma máquina com consumo energético eficiente — não, uma usina só para manter um computador não é algo tão interessante. 70 institutos em 20 países e grandes empresas ajudarão a custear o projeto, estimado em R$ 1,5 bilhões de euros (R$ 3,6 bilhões).

Essas coisinhas serão capazes de detectar radares de um aeroporto a 50 anos-luz de distância de nós.

De acordo com o pesquisador da IBM, Ronanld Luijten, técnicas de fabricação utilizando materiais como o grafeno não deverão estar disponíveis para uso até 2017, quando a empresa começará a desenvolver o supercomputador. Será um grande desafio de criatividade também, já que milhões de servidores comuns seriam necessários para conseguir processar tantos dados em tão pouco tempo, mas o espaço físico é limitado.

Para armazenar tantos dados, a IBM pensa em utilizar fitas magnéticas. Apesar de a tecnologia ser bem antiga, ainda é a mais apropriada levando em consideração os custos, espaço físico e consumo de energia. Esse não será o único meio de armazenamento; a IBM também está procurando novas tecnologias e verificando a viabilidade de utilizar unidades SSD.

O supercomputador será milhões de vezes mais poderoso que os nossos PCs e processará cem vezes mais informação que o Grande Colisor de Hádrons. Para se ter uma ideia da quantidade de dados, 1 exabyte é o dobro de informação que trafega por dia em toda a internet. Se nada explodir, a máquina estará pronta em 2024 e será instalada na África do Sul ou na Austrália.

Com informações: Mashable, Daily Mail.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@LBKatan
A pergunta certa é: O que não roda Crysis?
@LBKatan
Novas tecnologias vindo para nossos pcs? =D
Rafael
A pergunta que não quer calar... Será que roda Crysis ??
Yangm
Fita? Um maluco oriental arruma jeito de gravar informações em células e esse pessoal vem me falar de fita? Qual é, as outras tecnologias são muito mainstream?
Pedro Maich
Parece briga de casal, sempre são as mesmas coisas uhauhauahuha
Uendry Ramos Maia
Concordo plenamente. O próprio grafeno hoje já é o material mais estudado da atualidade, inclusive pela própria IBM...
@michelblopes
Acredito que com isso também possam progredir bastante com novas pesquisas de fontes de energia sustentável. Eu espero...
@michelblopes
A Apple assumiu este posto com louvor. (engraçado como caímos no assunto Apple rapidamente aqui)
Breno Caldeira
Sério que, em primeiro instante, li que a IBM iria processar alguém... também, só se lê sobre isto.
Guilherme
Bom, 2024 ta bem longe, e se a gente volta 12 anos de tecnologia, o que era 1 tera? Do jeito que as coisas andam, acredito que essa idea vai estar defasada ou alterada mto em breve
Rick Benetti
Por que não usam discos holográficos, já existem há mais de 15 anos e nos últimos 3 conseguiram reduzir absurdamente o tamanho. Bom IBM vai descobrir outra tecnologia melhor de compactação, escrita e leitura destes 1EB.
Turdin
SKA Skynet: Kill All
@Deeeeeenis
Isso lembra Flash Forward! Bizzar
Gaba
SKAi Net. Versão Xing-ling da Sky Net!