Início / Arquivos / Brasil /

Portal iG estaria à venda

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Se você usa a internet desde os primórdios da rede no Brasil, provavelmente já usou o serviço deles. iG já foi sinônimo de “internet grátis” (pagava-se apenas pelo custo da chamada telefônica; nada para o provedor). Depois virou “internet generation” (geração internet) e agora atende pela alcunha de Internet Group. Qualquer que seja o nome, o fato é que nem tudo são flores na sede do portal. A empresa mãe do iG considera seriamente se desfazer do negócio.

Pedro Ripper, o CEO do iG, havia admitido anteriormente que negocia com outras empresas de mídia. O controle do iG estaria em pauta. Dessa vez foi Fernando Magalhães Portella, um dos dirigentes do Grupo Jereissati, quem garantiu que o portal está à venda para quem pagar um bom preço.

Melhor fazer uma breve observação antes de prosseguir com a nota: o iG pertencia à Brasil Telecom e virou empresa da Oi quando a BrT foi comprada pela telecom. Atualmente a Oi tem alguns controladores, dos quais o Grupo Jereissati tem posição de destaque. Daí vem a importância da declaração do executivo para o jornal Meio e Mensagem.

Não é de hoje que se fala na eventual venda do iG. A Oi vende telecomunicações. Um portal de conteúdo não se enquadra exatamente no perfil da companhia, mesmo sabendo que tem nas mãos um portal que se posiciona entre os cinco maiores do país, com números notáveis de audiência e de faturamento com publicidade. Tudo isso faz com que o preço a ser cobrado pelo portal se eleve, não importando o comprador.

Mais do iG: conheça os bastidores de quem faz os incríveis infográficos do portal

O Grupo RBS seria o mais interessado em ficar com o portal. São fortes na região Sul, mas ficam limitados ao alcance da televisão RBS, afiliada da Rede Globo por lá. Com o iG teriam uma audiência sólida e distribuída nacionalmente.

Com informações: INFO Online