Início / Arquivos / Negócios /

Buscapé adere a associação internacional contra o Google

FairSearch diz promover a competitividade na rede.

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O grupo Buscapé disparou agora há pouco comunicado no qual afirma que está se associando ao FairSearch, conjunto de empresas de internet que se posicionam contra algumas práticas de buscadores que não lhes parece corretas. Em especial, questionando muitos dos recursos inteligentes implementados pelo Google no mecanismo de pesquisa.

A decisão — que já corria nos bastidores de quem cobre tecnologia — reforça a disputa que o Buscapé mantém com o Google na Secretaria de Defesa Econômica do Ministério da Justiça. O grupo entrou com representação contra o buscador em dezembro do ano passado. Reza a lenda que o Google respondeu e agora é a vez do Buscapé apresentar a réplica.

O FairSearch afirma ser um “grupo de empresas e organizações unidas para a pormover o crescimento econômico, a inovação e a escolha através do ecossistema da internet. Eles defendem a competição na busca online e em dispositivos móveis. Figuram na lista de membros: Microsoft, Ad Marketplace, Expedia e TripAdvisor. Os sites de passagens têm um caso à parte de ódio à busca do Google.

"Descubra como o jeito do Google torna a vida mais difícil na Vila das Buscas" (mensagem no site do FairSearch)

“Acreditamos que as informações apresentadas ao consumidor como resultado de uma busca devem seguir os mesmos critérios para todos os participantes do mercado”, diz o VP de comparadores do Buscapé, Rodrigo Borer, no comunicado.

Dados da ComScore para dezembro do ano passado mostram que, a despeito das mudanças na busca por produtos no Google, o Buscapé não perdeu audiência. Sites menores, como JáCotei e o francês Twenga apresentaram queda.

O Buscapé diz que entrou na briga não apenas para defender o próprio negócio. Eles acreditam que, por serem do tamanho que são, têm o dever de defender o mercado de comparadores de preço e, por consequência, os sites menores que também oferecem o serviço.