Início / Arquivos / Legislação /

iPads são apreendidos por autoridades chinesas

Rafael Silva

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Enquanto em boa parte do mundo a Apple já assegurou uso da marca iPad para seu tablet, a China é um dos países em que a marca não lhes pertence. A disputa pelo direito de uso dela já se arrasta por anos, desde outubro de 2010, e hoje atingiu um novo patamar. A empresa dona da marca, chamada Proview, conseguiu com que autoridades chinesas começassem a confiscar o conhecido tablet das lojas da Apple e revendedores autorizados na China.

Segundo os jornais locais, a Proview fez uma denúncia de violação de marca ao órgão responsável por regular a indústria e o comércio na região do distrito de Xinhua. Um grupo de inspeção desse departamento, então, varreu as lojas locais na semana passada e apreendeu ao menos 45 iPads de estabelecimentos comerciais. Com a divulgação dessa notícia na época, outras lojas acabaram se antecipando e voltando com os iPads para o estoque, para impedir que eles fossem apreendidos.

A Apple não quis comentar ou confirmar a apreensão dos tablets, mas a gigante de Cupertino ainda aguarda a decisão de uma apelação enviada no final do ano passado, que foi a favor da Proview. A decisão deve sair no próximo dia 22 e até lá a empresa dona da marca iPad na China pede que a Apple pague 38 milhões de dólares como danos por uso indevido da marca e ainda peça desculpas formais, que não parece algo que a Apple provavelmente irá fazer.

Com informações: WSJ.