Início / Arquivos / Celular /

Mein Kampf é aprovado na App Store, suástica inclusa.

Juarez Lencioni Maccarini

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Mi Lucha na App StoreDisclaimer: Antes de mais nada, gostaria de deixar claro que a intenção desse post não é discutir o valor histórico do livro “Mein Kampf” de Adolf Hitler ou se ele deve ou não ser publicado na App Store. Na verdade, pessoalmente, não vejo nada de mais no fato em si: ele está nas livrarias, faz parte da história. Só o que acredito é isso aponta novamente as inconsistências no processo de avaliação da App Store.

Sabe-se que os processos de aprovação de aplicativos para a App Store da Apple são extremamente misteriosos e freqüentemente inconsistentes, e isso foi novamente comprovado. Depois de rejeitar aplicativos pelos mais diversos (e às vezes imcompreensíveis) motivos, a Apple aprovou o livro “Mein Kampf”, de Adolf Hitler em sua loja de aplicativos para iPhone e iPod Touch. E sim, o ícone do app tem uma suástica bem no centro.

Vale lembrar que a Apple já rejeitou aplicativos por terem a possibilidade de sugerir temáticas bem menos polêmicas que o nazismo e anti-semitismo. Até por ter a palavra “iPhone” no título e no ícone um app pode ser rejeitado. Já a suástica no ícone não tem problema algum.

Ok, essa é a versão em espanhol do famoso livro de Hitler, “Mi Lucha”, mas nem adianta dizer que o app passou despercebido por isso: a Apple conta com avaliadores que falam a língua em que cada app é publicado. Sem contar que, independente da língua, aquele símbolo no ícone chama a atenção em qualquer lugar do mundo. Podemos ter certeza que a Apple viu, entendeu do que se tratava e disse “tudo bem”. E ainda concordou com o a classificação etária: a partir de 9 anos. Ou seja, segundo a Apple seu filhinho de 9 anos está pronto para saber tudo sobre a filosofia nazista de Hitler.

Quero frisar mais uma vez: não me cabe julgar se é adequado ou não que o livro de Hitler seja vendido na App Store (embora eu ache a classificação etária de 9 anos bastante discutível), o que surpreende é inconsistência nos critérios de avaliação da App Store, que já rejeitou aplicativos por muito menos.