Início / Arquivos / Antivírus e Segurança /

Symantec informa que código-fonte de antimalware foi roubado pelo Anonymous

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Quais são os riscos que os consumidores correm quando um hacker ameaça liberar o código-fonte de um antivírus na rede, para quem quiser ver? Chegou o momento de pensar nisso porque a Symantec informa que o coletivo de hackers Anonymous obteve trechos de código-fonte de produtos de segurança da companhia em 2006. A história parece ser antiga, mas só agora o grupo resolveu que vai liberar as informações na rede.

“Diversos” aplicativos de segurança e o Symantec pcAnywhere, para acesso remoto do computador, tiveram código “roubado” faz cinco anos. De acordo com o site de notícias Tom’s Guide o Norton Utilities, software para limpeza dos registros do Windows e outras tarefas relacionadas à manutenção do computador, também foi comprometido pelos hackers.

A fabricante afirma que os clientes que utilizam ferramentas de segurança da Symantec não têm com o que se preocupar porque o possível vazamento diz respeito a produtos bem antigos. Por isso os riscos de quem usa esses produtos não deve aumentar — assim todos esperamos.

Para quem usa os produtos da linha Norton não há perigo porque todas as possíveis vulnerabilidades estão corrigidas. Nessa semana alguns patches foram lançados justamente para evitar que o pior aconteça. E dada a popularidade do Norton é bom mesmo que a empresa esteja certa ao prever que nada vai acontecer aos clientes. Diz a Symantec: atualizem os softwares.

De qualquer forma, a recomendação da Symantec parece meio sombria. A fabricante pede que os usuários desabilitem o pcAnywhere a menos que seja um software crítico para negócios. Fora isso, pode ser que no futuro, com o código-fonte na rede, hackers identifiquem vulnerabilidades e passem a explorá-la para atacar máquinas. E isso porque a mesma Symantec disse que os riscos não aumentam, veja só.

Com informações: Ars Technica