Em dezembro, comentei aqui sobre a decisão da Canonical de remover o Java das instalações dos usuários, como medida de segurança. Cerca de um mês depois, após vários comentários negativos dos próprios usuários, a empresa voltou atrás na decisão e vai manter o Java, mas oferecendo uma opção de transição para as alternativas livres.

Calma, tá tudo bem agora

O problema começou quando a Oracle cancelou a licença que permitia que o Java fosse distribuído junto com distros Linux, o que incluía até mesmo os pacotes que já estavam em uso pelos usuários. Ou seja: quem estivesse com o Java instalado no Linux a partir de pacotes da distro, ficaria impedido de fazer atualizações.

Em um mundo onde softwares são perfeitos, isso não seria problema. Infelizmente, bugs existem, brechas de segurança são encontradas, e muitos usuários não tem exatamente o conhecimento necessário para saber que um determinado programa precisa de atualização, e isso deve ser feito manualmente. Ou seja: a Oracle criou um problema sério de segurança para os usuários Linux.

A solução encontrada pela Canonical foi criar uma atualização “falsa” do Java, um pacote vazio, que removeria a instalação da máquina do usuário. Assim, se ele quisesse continuar usando o Java, teria que instalar alternativas livres, como o OpenJDK. Uma solução agressiva, mas resolveria e os usuários não estariam mais correndo riscos.

Na tentativa de agradar gregos e troianos, a criadora do Ubuntu resolveu então mudar um pouco a decisão prévia: o Java continua instalado nas máquinas dos usuários, mas todos os pacotes serão removidos dos repositórios, dando prioridade às alternativas livres. Existe uma página explicando como fazer a transição do Java 6 para o OpenJDK, e outras ações estão previstas.

Cabe lembrar, isso só afeta distribuições Ubuntu. Outras instalações Linux ainda sofrem com o mesmo problema.

Com Informações: H Online.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Júlio César Eiras
Felizmente o Fedora já não vinha com o Java da Oracle, só OpenJDK :D
Rafael
Venha App Store do Windows, venha...
@xrenan
"Se você procurou no google se estava certo mesmo o leiaute" e encontrou isso, dá um thumbs up: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ditongo "Quadritongo..." O.O viiiish
@mws_souza
Se você procurou no google se estava certo mesmo o leiaute, dá um thumbs up. :)
Guilherme Macedo C.
"a Oracle cancelou a licença que permitia que o Java fosse distribuído junto com distros Linux, o que incluía até mesmo os pacotes que já estavam em uso pelos usuários." Vale lembrar que a Oracle não pode fazer isso. Se a licença permitia e veio junto, eles não podem tirar do meu sistema. Isso é abusivo. Canonical pode fazer isso se afetar a segurança, mas iria pegar muito mal pra eles.
Guilherme Macedo C.
Minha única dúvida fica pro programa da Receita. Na última declaração ele não funcionava (e tinha que usar 32-bit do Oracle Java).
Guilherme Macedo C.
Esse teste foi recente? Pq antigamente o OpenJDK tinha alguns problemas (as vezes ficava desconfigurada o leiaute* da janela). Hoje não mais. No dispositivo de segurança do Banco do Brasil funciona perfeitamente, por exemplo. (*) Sim, está certo :P
Guilherme Macedo C.
Vai continuar rodando, só não vai ter nos repositórios da Canonical. Agora nos repositórios vai ter somente o OpeJDK. Quem quiser instalar ou vai adicionar um repositório PPA ou vai no site baixar.
@andremansur
Se não me engano, o OpenJDK não funciona bem com o dispositivo de segurança do banco Santander. Fica a dica pros que estiverem migrando...
@franksilvestre
Caraca, Que nonsense é esse, java não era pra rodar em qualquer lugar?
Douglas Chagas
Vou fazer a troca agora mesmo
Sr. Sem Papo
Entei