Início » Arquivos » Negócios » Toda-poderosa Microsoft licencia patentes para 70% dos Androids nos EUA

Toda-poderosa Microsoft licencia patentes para 70% dos Androids nos EUA

Acordo com LG prevê smartphones e notebooks rodando Chrome OS.

Avatar Por

Existem várias formas de ganhar dinheiro com o Android. O Google coloca seus serviços e tira a grana da publicidade. Os fabricantes com a venda dos aparelhos em si. E a Microsoft licenciando sua propriedade intelectual para que os fabricantes continuem a vender os dispositivos. O mais recente acordo foi anunciado nessa quinta-feira e tem a LG, gigante coreana dos eletrônicos, como signatária.

O acordo foi considerado “mutuamente benéfico” no comunicado emitido pelas companhias. Não há detalhes sobre quantias pagas nem nada do tipo.

Acredite, ele está comemorando

De toda a forma, agora a LG fica mais à vontade para comercializar celulares, smartphones, tablets e outros dispositivos no mercado norte-americano. O mais interessante é que o mesmo comunicado fala em aparelhos rodando Chrome OS, sistema também do Google para o qual até onde sei a gigante coreana não lançou nenhuma novidade. Será que teremos um Chromebook (!) com a marca da LG na tampa num futuro breve.

Essa não é a primeira vez em que a MS faz valer sua propriedade intelectual. Anteriormente já fez acordos com a HTC, a Samsung e a Acer. No caso da HTC à época chegamos a reportar sobre a quantia de 5 dólares que, em tese, a Microsoft recebe por aparelho da fabricante rodando o Android.

A Microsoft, com o acordo, chega à conclusão de que 70% dos smartphones rodando Android nos Estados Unidos estão cobertos pelo portfólio de patentes deles. Para cada aparelho vendido eles garantem seu quinhão. E pode ter certeza de que a empresa liderada (por enquanto, dizem as más línguas) por Steve Ballmer vai atrás de licenciar as patentes para 100% dos fabricantes no mercado mais importante para eles.

Na internet o chefe da divisão de propriedade intelectual da Microsoft comemorou dizendo que a indústria de smartphones resolveu problemas relacionados a mídia e rádio usando o licenciamento. E o mesmo continua — para alegria da Microsoft, que tem uma vasta coleção de patentes para vender por aí.

Resumo da ópera: o sistema é livre, o que não quer dizer que seja de graça.

Com informações do Ars Technica, Engadget e ZDnet.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Henrique Dourado
microsoft usando mais uma vez suas patentes troll !!! sendo que patentes de software na verdade não existe ! eles usam uma brexa na lei para dizer que software é uma parte do disco !!! e o mais engraçado é as patentes da microsoft , como o duplo click ( que felizmente eles não podem usam contra o android ) ou então outra bem interessante que é : sistema operacional usado em pcs diferentes tipo patentes sem nexo e genericas , feitas só para extorção ! http://idgnow.uol.com.br/ti-corporativa/2012/06/01/google-acusa-microsoft-e-nokia-de-serem-trolls-de-patentes/ ai estas empresas para não terem despesas com advogados sedem outras empresas como SONY não tem medo porque tem uma gama muito grande de patentes para contra balancear as da microsoft !!
Ramon Melo
Peço desculpas se pareceu excessivo, Thássius, mas já perdi a paciência com ele há muito tempo. Aliás, se não tivesse visto seu nome na extensão do Chrome, nem teria voltado ao texto. Fica até a sugestão aí para a nova interface do TB: um botão "ignorar usuário". A propósito, não teve agressividade nenhuma aqui. Ele realmente tem problemas cognitivos sérios e devia procurar ajuda psicológica, mas eu não sou pai de adolescente para discutir isso.
Jean
Claro que acontece! Um amigo montou o próprio computador. Ele teve mais trabalho, mas ele personalizou o bicho do jeito que ele queria.
binknot
Que absurdo. hahahaha
@Cobalto
Cara, fiquei cheio de medo de você, alguém que consegue transcrever a definição de teoria dos jogos deve ser realmente muito perigoso e entendido do assunto. Ai ai ai ui ui ui.
@trovalds
O meu comentário se referia ao último parágrafo do texto. Sim, sou livre pra meter a ROM que eu quiser no aparelho ou ter que usar dos poderes do root pra tirar os "excessos" que os fabricantes insistem em colocar, assim como a Apple oferece o Jailbreak pra instalar aplicativos não aprovados. O que tem em comum nessas práticas todas? A garantia é invalidada. Você foi fazer o root, deu chabu no aparelho, tenta restaurar a ROM original, sem sucesso, o que resta? "Tá na garantia, vou levar pra assistência técnica". Daí o contrato tá escrito naquelas letrinhas bem miúdas que qualquer modificação não autorizada invalida a garantia. Errado? Pode ser. Mas a partir do momento que você ligou o aparelho concordou com isso. Desculpa pelo (meio) off-topic. Mas o que isso tem haver com a notícia mesmo? Ah, a tal liberdade... ela é sua, desde que você pague por ela.
Victor
Usando: Chrome e Windows 7 e falando que ela não tem nada que presta........
Smess
Noticia perfeita para euforia de fanboys da MSFT.
Thássius Veloso
Ramon, acho que não tem necessidade para tanta agressividade. Não é esse tipo de clima que a gente incentiva aqui no Tecnoblog. Dá para responder e expor seus pontos de vista sem pesar tanto a mão. Fica a dica. ;)
Ramon Melo
Mais ou menos: A fabricante de telemóveis considerou a decisão do juiz um bom resultado. Scott Offer, um dos advogados da empresa, referiu em comunicado «estamos bastante satisfeitos com o facto de a maioria das decisões ter sido favorável à Motorola Mobility», argumentando que seis das acusações foram abandonadas. Mas o que todo mundo quer saber é: que tecnologias são essas? Porque, convenhamos, se são patentes de software, dá para contorná-las sem depender de licenciamento. A resposta está aqui: Do outro lado, o advogado da Microsoft Brad Smith reagiu igualmente bem à decisão, explicando no Twitter que este «é um passo ultrapassado na ITC. Mais virão a seguir.
Rennan Alves
No caso, a arma da Microsoft é bem real. Lembra da Motorola??? http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=9&id_news=549305
Ramon Melo
Sim, diversas empresas pagam sem saber por que estão sendo cobradas. Eu mesmo já vi a Dell trocar notebooks sem analisar se havia defeito ou não, a Amazon, a Deal Extreme, a Shop.to e a Play-Asia reenviarem produtos só porque o consumidor alegou defeito (sem exigirem foto ou nada do tipo) e a Kalunga me enviou um notebook novinho em folha a mais quando eu entrei no PROCON contra ela (tentei devolver mas eles se recusaram a vir aqui em casa buscar). É óbvio que você não tem a capacidade intelectual para entender isso, mas existe um campo de estudos chamado "teoria dos jogos" que é aplicado em gerenciamento de riscos e consiste em desenvolver cenários possíveis, atribuir probabilidades a cada um deles a partir de alguma técnica de inferência (bayesiana, por exemplo) e utilizar alguma diretriz predeterminada para decidir qual decisão deve ser tomada. Dentro dessa lógica, é melhor pagar 5~10 dólares por aparelho para a Microsoft do que correr o risco de ter as vendas de smartphones suspendidas nos EUA. É a mesma coisa quando um assaltante aponta uma arma para alguém e manda passar o celular, a carteira e a mochila. A arma pode ser de brinquedo, mas a maioria das pessoas prefere não arriscar a vida e simplesmente entregar tudo. Felizmente, isso nunca aconteceu com você, caso contrário não estaria aqui para falar do que não sabe, não é mesmo?
@Cobalto
Você acha mesmo que uma empresa paga sem saber o que estão cobrando? Você paga boleto que chega por correio na sua casa mesmo que você não saiba de onde vem?
@Cobalto
Porque o Windows 7 nem vende, né? Porque o Xbox 360 nem vende, né? Porque a suite Office nem vende, né?
Arthur Amorim
AHuAhauhauAUhauhuauA
Exibir mais comentários