Com a chamada “Lei do Bem” para tablets já sancionada e sendo aplicada no país, é a vez do governo federal voltar os olhos para eletrônicos menores do que eles, os smartphones. Tais gadgets ainda custam caro aqui no Brasil, até aqueles que são montados localmente como no caso da Motorola Mobility. Um novo projeto do Ministério das Comunicações pode, no entanto, reduzir em até 25% o preço deles por meio dos incentivos fiscais já oferecidos aos seus irmãos de tela grande.

Samsung Omnia W: indústria brasileira, mas preço ainda alto

O objetivo é nobre: aumentar o acesso da população das classes C/D/E a esses aparelhos e, consequentemente, à internet, algo que já foi provado que tais classes do povo brasileiro almeja bastante. Para isso os smartphones seriam incluídos na mesma Lei do Bem que hoje desonera certos tablets no país, reduzindo a zero a taxa de IPI e também de PIS/Cofins dos aparelhos.

Obviamente os smartphones também vão ter que passar pelo mesmo processo que os tablets para ganhar a isenção: eles precisariam ser montados no Brasil, com uma porcentagem das peças já fabricadas localmente. Mas isso não seria problema para fabricantes como a Samsung e a Motorola, que já tem fábricas locais.

Segundo o Ministério das Comunicações, a medida faria com que os impostos sobre smartphones fossem diminuídos em 31% no total. Não há ainda uma data para quando a medida pode ser sancionada.

Com informações: Gizmodo Brasil, Folha.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

David Willian Bober
Olá serão só Smartphones ou Tablet's irão também?
Janderson Rezende
Prezado, Me informe por favor como conseguiu adquirir...
Rennan Ribeiro
agora posso ter iphone!
Lucas G.
Chega a ser assustador a cara de pau dos empresários. O preço reduz em 25%, e os preços ainda subirão mais outros 30% do valor original, como a Apple fez com o iPhone 4S em seu site... Palhaços? Somos mesmo. Lucro de mais de 55% para as empresas, sem mexer um pauzinho.
Vinícius
“A verdade é que o problema do Brasil, são os brasileiros.” [3] A maioria, desde que venda no Brasil, não se importa em pagar mais em produtos de qualquer empresa!
Rodrigo Fante
Eis aqui um bom exemplo da opinião que dei acima, o problema do Brasil, é o brasileiro, não todos, mas e número suficiente para f$%# com o país, uma pena.
@iJeanCarlos
@RodrigoFante Não gostaria,mas vou ter que concordar com você. "A verdade é que o problema do Brasil, são os brasileiros." [2]
Rodrigo Fante
Podem subir e abaixar, mas a comparação foi sem sentido, a Apple cobra mais? cobra, mas o valor sempre foi constante e próximo, principalmente nos EUA onde o preço dos produtos raramente muda. A verdade é que o problema do Brasil, são os brasileiros.
@ubuntroll
Promoções que nunca veremos no Brasil: http://www.theverge.com/2011/12/24/2659353/good-deal-iphone-4-32gb-buy-one-get-one-free-today-only-at-best-buy
@mamedebr
Esse desconto sera apenas para aparelhos baratos a principio, que custem entre 300 e no maximo 700 reais, nada de desconto para smartphones top de linha.
@ubuntroll
O problema é a "taxa Brasil". Nos EUA as empresas trabalham com lucro de 7%, no Brasil o lucro é de 30%. Quem é o país rico nessa história?
@ubuntroll
O preço vai abaixar em uns 100 reais(isso para os modelos mais top). Meu galaxy SII veio da FRANÇA e com taxas de importação + lucro do importador ainda saiu 450 reais mais barato que nas operadoras.
@maia_uendry
E ainda acrescento que o trabalho na parte de ciência e tecnologia do país está realmente andando, ao contrário dos anos anteriores. É pouco, mas está...
Forbidden_404
Que legal, agora os 300 reais que a isenção fiscal traria, se tornará em 50 reais de desconto, com 250 reais a mais na mão dos poderosos. Nice one!
Vinícius
Me expressei errado... Quis dizer que depois, faça igual a Apple e cobre um preço absurdo... Não disse que a Apple recebeu "tal incentivo" quis dizer que ai em um futuro hipotético/possível, abaixa para o preço "antigo" e diz que foi os impostos!!
Exibir mais comentários