Início » Arquivos » Ciência » Cientistas criam sensor para detecção de falhas em baterias de íon de lítio

Cientistas criam sensor para detecção de falhas em baterias de íon de lítio

Avatar Por

Eis um sensor que a Apple, HP e Samsung (e várias outras fabricantes de gadgets que já explodiram) gostariam que existisse há alguns anos: um capaz de detectar falhas em baterias de íon de lítio antes que elas superaqueçam e explodam. É meio que uma surpresa que esse tipo de sistema seja tão ineficiente quanto parece, se é que existe. Mas agora um grupo de cientistas americanos desenvolveu um novo, que deve ajudar a evitar problemas em milhões de gadgets que usam essas baterias.

Os responsáveis pela criação desse sensor são do Laboratório de Física Aplicada da Universidade de Johns Hopkins, nos EUA. Eles descobriram que é possível medir a variação de temperatura das camadas de uma bateria célula aplicando-se uma corrente alternada entre os elementos dela, sem alterar seu funcionamento. Essa variação de temperatura é medida por um sensor que poderia prever quando uma bateria está para explodir e, então, emitir um aviso no gadget em que está instalado.

Dessa forma seu dono pode seguramente desligá-lo, tirá-lo da tomada e evitar qualquer transtorno causado por uma possível explosão, como incêndios ou queimaduras.

Se você já deixou, por acidente, algum gadget como um iPod ao sol provavelmente já viu o aviso de superaquecimento. Mas ao que parece o novo sistema mede alterações mínimas especificamente da temperatura de baterias e não do gadget como um todo, o que dá maior precisão para evitar potenciais explosões.

Eles avisam que já entraram com o pedido de patente no escritório de patentes dos EUA e também já conversam com fabricantes sobre possíveis usos desse sensor.

Com informações: Engadget. Foto por iFixit.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Nander
Simples se o sensor emitir o aviso desligue o aparelho e pode levar ele direto pra autorizada se estiver na garantia de fábrica.
Gigaconteudo.com
Com certeza é um avanço importante. Mas acho que os fabricantes deveriam se empenhar mais em criar baterias mais duráveis e com maior autonomia.
@amandaclarck
Mas assim, ele avisaria que a explosão está por vir mas não a previniria, certo? Seria mais como "se você não tirar seu celular do sol ele vai explodir" do que "nós estamos trabalhando para abaixar a temperatura da bateria"?
@vitor_abravanel
Muito legal...diminuiria o problema de se comprar um aparelho e deixa-lo de se usar por 3meses na assistência técnica...é uma merda isso.
TatoGomes
Pelo que entendi, o sistema garante que o não exista a explosão, mas não garante a sobrevida do aparelho (ou da bateria, ao menos). Just like 3RL, I guess...
@leozacche
"(...) um sensor que poderia prever quando uma bateria está para explodir e, então, emitir um aviso no gadget (...)" Este aparelho se auto-destruirá em 5 segundos... 4... 3... 2...
Yangm
Lógica, onde está você? Esse sistema está mais para a proteção de super aquecimento do X360 Slim do que uma 3RL.
TatoGomes
Será que teremos nos celulares as 3RL, que nós, donos da primeira geração de XBox 360, tanto temíamos? =D