Com quase todo o time de advogados da Apple batalhando contra a Samsung nos tribunais de todo mundo para saber quem inventou a linha reta, o ângulo de 90 graus e a cor preta, a empresa da maçã acabou perdendo um processo judicial importante nesta semana. O tribunal da cidade de Shengzen, na China, considerou improcedente o pedido de processo da Apple contra uma companhia local por conta dos direitos de uso do nome iPad.

Segundo os autos, no ano 2000 uma empresa taiwanesa chamada Proview iniciou o registro do uso do nome iPad na China e em outros países asiáticos. Em 2006 os direitos do uso do nome foram revendidos pelo equivalente a R$ 98 mil à uma companhia chamada IP Aplications, que posteriormente repassou os direitos à Apple. O problema é que a Proview negociou os direitos do uso da marca iPad em países como Taiwan, Coreia, Vietnã e vizinhança, deixando a China fora do pacote. Segundo a companhia, ela não poderia ter vendido o nome àquela altura por ainda não ter o registro sobre a marca na China no período.

Desta maneira, o tribunal chinês considerou que a Proview é a legítima dona da marca iPad dentro das fronteiras chinesas e que a Apple não poderia abrir um processo por uso indevido do nome no país. Assim sendo, a empresa da maçã não pode usar a marca no país nem em suas mais de 1000 lojas credenciadas espalhadas pela China.

“A Apple é gigante como Golias e tem uma boa imagem, então as pessoas nem imaginam que ela pode infrigir propriedades intelectuais. As pessoas acham que são apenas pequenas empresas que roubam ideias de grandes empresas” afirmou Xiao Caiyuan, advogado da Proview, ao jornal Financial Times.

O resltado é que agora é que a Proview é quem está processando a Apple no país, à procura de uma polpuda indenização de US$ 1 bilhão por, quem diria, infração de copyright.

Com informações: Finantial Times.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcelo
Na china ninguém é de ninguém hahahahah
Tim Cozinheiro
Rindo muito dos caras que acham que isso representa algum problema pra Apple e que 1 bilhão é muito pros cofres da maçã. Hurr durr chupa "êipou" hurr durrr
@xrenan
"A necessidade faz o preço." É claro que vai ter negociação, mas a Apple vai ter que pagar quietinha. CHUUUUUUUUUUUPA APPLE!
Petter
Estrupality. China WINS.
Paulo Santos
Um bilhão é esmola para a Apple.
Marcelo
China sempre desgraçando a vida do povo. ;x
@maisdetrinta
Pois é cara, o china tava de olho bem aberto... Tá, parei.
@brunogdb
Cadê o Rafa para avaliar essa?
@mos_axz
Ipad, Upaga... Tá bom, parei...
@guyilherme
Só se eles forem otários.... Por 100 mi eu vendia pra samsung...
@AntonioVeras
Meu monitor é Proview. : P Senta e paga Apple.
Cesar
Bela comparação, é como vc acusar uma pessoa por copiar seu estilo de se vestir e ela responder que a culpa é sua por nascer 1 dia depois e ter o mesmo nome. Como foi dito na reportagem, a Apple já tinha comprado o direito da empresa (indiretamente) e, provavelmente, foi incompetente de não lembrar da China. Agora, essa indenização é coisa de babaca que quer, obviamente, garantir o sustento dos tataranetos em cima de outra empresa.
Thiago Silva
Comprar a Proview. ;-) Agora, falando sério, ela pode negociar. É que nem o Rodrigo Fanta falou acima, eles pedem um valor absurdo pra ganhar um valor bom.
Rodrigo Fante
Claro, porque é tão dificil você ter uma ideia de um nome que já exista, afinal dar um nome aum produto é algo tão complexo quanto pesquisar anos uma nova tecnologia, só engenheiros da NASA conseguem.
Rodrigo Fante
Com 100 mi balançando na sua mão e as contas chegando no final do mês, fica mais difícil negar.
Exibir mais comentários