Foram muitos os que tentaram, mas coube ao bravo Kindle Fire a honra de ser o primeiro tablet a ver suas vendas ultrapassarem às do temível lorde iPad em uma grande loja de varejo norte-americana.

A façanha aconteceu no site da rede Best Buy, onde o pequeno tablet da Amazon, que chegou às prateleiras há pouco mais de duas semanas e oferecido em versão única aos consumidores, ficou à frente do poderoso iPad 2 16 GB WiFi preto.

Kindle Fire: para a filhinha e para a vovó

Contudo ainda não é hora de decretar o fim do reinado do gadget criado por Steve Jobs. Somando as vendas dos outros tablets da casta da maçã, a coroa de mais vendido no site de Best Buy volta para a Apple, já que, somadas, as demais versões do modelo ainda desbancam seu pequeno rival.

Ainda que não seja lá uma grande conquista, esta é a primeira vez que a Apple vê algum concorrente tendo algum sucesso verdadeiro no nicho de mercado que ajudou a popularizar com o lançamento do iPad original, em abril de 2010.

Não que tamanho desempenho do Kindle Fire seja exatamente uma surpresa. Custando US$ 199, em seu primeiro dia de pré-venda o modelo teve 95 mil unidades reservadas no site da Amazon mãe. Nas semanas seguintes a empresa chegou a dizer que vendia “2 mil Kindles por hora”, o que fez que ele tivesse cerca de 250 mil unidades reservadas no início de suas vendas, que aconteceram no último dia 15 de novembro.

Na semana passada a Amazon divulgou um comunicado que dizia que as vendas dos aparelhos da família Kindle haviam “aumentado em 800%” em relação ao mesmo período do ano passado, impulsionadas sobretudo pelo Fire.

Com informações: Amazon, Mashable, PcMag, CNN, BestBuy