Fosse vivo, Steve Jobs ficaria bastante feliz com os números mais recentes da consultoria Needham & Co para o mercado de computadores mundial. Pela primeira vez em 15 anos, os computadores da maçã chegaram à casa de 5%. De cada 100 máquinas vendidas no mundo, 5 têm o logo brilhante da Apple em alguma região de sua carcaça.

Os cálculos do analista Charlie Wolf mostram boa perspectiva de vendas dos computadores Mac. A linha de PCs da maçã avançou 24,6 no último trimestre. Em comparação, o mercado geral de PCs cresceu 5,3% no mundo. A Apple conseguiu ter crescimento quase cinco vezes maior do que o geral do mercado, alívio do CEO Tim Cook, que assumiu a presidência da Apple depois que Steve Jobs renunciou ao cargo, em 24 de agosto.

Até que enfim

Em sua análise, Wolf diz que era esperada a canibalização de PCs por parte do iPad, apresentado no ano passado e renovado em 2011 com direito a câmera e desenho industrial diferente. Porém, o que tem se verificado é a canibalização que o tablet da Apple realiza não nos Macs, mas nos computadores rodando Windows mesmo. Quem levou a pior com a chegada do iPad foi a Microsoft; o OS X da Apple continua no mesmo nível de participação de mercado de outrora.

O crescimento do Mac foi ainda maior no campo dos computadores corporativos. Nesse mercado o avanço esteve em 43,8%, contra somente 4,8% nos computadores para uso pessoal e doméstico.

Será que as empresas descobriram a utilidade do Mac também nos negócios? Geralmente os computadores com Windows levam vantagem nesse mercado pelo preço e pelas diversas possibilidades de personalização do hardware, mas parece que a maçã caiu na graça dos departamentos de TI.

Com informações: All Things Digital

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@guimadaleno
Sem polêmica, vai. Mac rocks e ponto ;-D
Marcos
Na verdade Guilherme não houve "desconto para professores" a que vc se refere ( nem sabia que havia isso ). E o preço do de 24" foi de pouco mais de 6 mil e o do 27 i5 foi de pouco mais de 7 mil. Caros, sem dúvida, mas em 10X sem juros na FNAC até que deu pra pagar legal :D
@LBKatan
As pessoas ficam muito presas a marcas. Esses dias estava pensando até em comprar(!) o Windows 7 quando arrumar um HD novo. Depois que você começa a se envolver (trabalhar, estudar) com a área, você vai vendo que muita coisa que os consumidores brigam é palhaçada. Tudo depende da sua necessidade. Eu não preciso de um Mac, mas preciso de um windows ou linux. Na empresa onde trabalho só tem um Mac, o do designer. O resto é tudo com Windows. Não há necessidade de mais de um Mac.
Vinicius Kinas
Thássius, Eu não estou dizendo que isso é necessariamente um problema. Já me acostumei, e costumo relevar nos artigos a preferência por um tema/empresa/sistema ou outro, e me ater ao conteúdo oferecido. Eu não sou inocente a ponto de achar que existe imprensa imparcial no mundo. Opiniões todos temos, e involuntariamente, elas vão refletir na nossa descrição sobre algum assunto. Mas existem algumas frases em artigos que deixam claro a preferência por produtos da Apple. Não sem razão, já que alguns dos produtos são muito bons mesmo.
Vinicius Kinas
A Apple não vende o OSX para PCs comuns porque não tem controle do hardware (que é o que causa a maioria dos problemas no Windows). Fora que o preço do OSX é subsidiado pelo preço do hardware. Duvido que se a Apple vendesse somente o sistema operacional, iam cobrar tão barato.
motomagx
que milagre! a grande maioria não está usando IE! sinceramente, tenho o Mac OS X Snow (hakcintosh), Ubuntu e Seven no meu PC, mas em 99% do tempo estou no Linux, pois ele me deixa fazer o que quiser, não estou sendo controlado por limitações desnecessárias do Windows, e isos me deixa repsirar aliviado. Ja no Mac não passo mto tempo, pois, hackintosh em um PC amd é um caos pra configurar, mas, se ele rodasse 100% ficaria a maior parte dele, pois é rápido, estável e "bonitinho", hehe... windows from helll!!!! infelizmente estou usando ele neste momento pois estou no trampo ¬¬
Arthur Novello
Tenho um Notebook com Windows a uns 4 anos, nunca mandei para nenhuma assistencia.
@iJeanCarlos
Justifica o preço sim,só não justifica o preço cobrado no Brasil com impostos.
@iJeanCarlos
Thumb Up pra vc meu amigo.
@bignotto
Será que o fato de, praticamente, só se programar pra iOS em um Mac não ajudou muito a Apple chegar nessa posição? Eu mesmo estou pra comprar um MacBookPro só por conta disso, desenvolver aplicativos pra iOS.
Ryo
Me pareceu mais chilique estérico de fanzóide alienado. Não há nem o que se discutir, o leitor Vegetando logo abaixo ilustrou PERFEITAMENTE a parcialidade ridícula que vemos por aqui.
jacques
Pra quem quiser saber mais estatística sobre o SO da maioria do povo pelo mundo, assim como outras coisas como versão do navegador, resolução de tela entre outras: http://gs.statcounter.com/ Com esses dados podemos ver que sim, o mac tem ganhado um pouco de terreno, mas sua participação em terras brasileiras ainda é bem abaixo da global (certamente devido aos fatores imposto+custo brasil).
@guilhermefdc
A Apple parece estar evitando mexer com/usar a comunidade de software livre - eles estão envolvidos (e ativamente) na comunidade de software _aberto_ com coisas do tipo WebKit, LLVM, clang, o próprio kernel Darwin. Não confunda software de código aberto com software livre (software com copyleft).
@guilhermefdc
Não, não é compulsório. Assim como no Windows, você pode recusar o EULA e instalar o SO que quiser - já usei no meu antigo MacBook os seguintes: FreeBSD, Windows 7, Kubuntu, Ubuntu, Fedora (13/14?). O tormento de se instalar uma distribuição se resume a: instalar o rEFIt (3 cliques), reiniciar o computador com o pendrive inserido (ou CD/DVD), escolher fazer boot dele e pronto. Não posso falar com certeza, mas me parece o mesmo tormento de mudar a ordem do boot na BIOS e reiniciar.
@guilhermefdc
O Amiga vive! http://www.osnews.com/story/25251/AmigaOne_X1000_To_Ship_by_Year_s_End_Amiga_Netbook_Announced
Exibir mais comentários