Início » Arquivos » Brasil » Eike Batista, o sócio da Foxconn no Brasil

Eike Batista, o sócio da Foxconn no Brasil

Avatar Por

Promessa antiga, a linha de montagem da Foxconn para produtos da Apple no Brasil tem 70% de chances de se concretizar. A avaliação parte do Palácio do Planalto e foi revelada no domingo por reportagem da Folha. E o empresário multibilionário Eike Batista está envolvido no negócio.

US$ 500 milhões

A reportagem afirma que Eike, o homem mais rico do país, vai entrar como sócio da Foxconn na linha de montagem dos iDevices. O empresário deve colocar US$ 500 milhões na sociedade em questão. Eike já tinha sinalizado anteriormente o interesse no negócio, mas nada formalizado. Por enquanto o que temos são demonstrações de interesse, ainda dependentes de alguns acertos.

Além do empresário, a própria Foxconn taiwanesa vai entrar com a tecnologia de produção de dispositivos. Se depender do presidente deles, não colocarão um centavo sequer, mas o governo brasileiro pretende reverter esse quadro. Falando em governo, o BNDES (banco de investimentos controlado pela União) também será sócio da Foxconn. Vai colocar no máximo US$ 1,2 bilhão do nosso dinheiro nas instalações fabris, o que equivale a 30% do negócio.

Faltam pelo menos dois sócios para que a linha de montagem deslanche. Do setor de infraestrutura espera-se que alguma empreiteira tope construir a planta da fábrica. Do setor de eletrônicos brasileiros a Foxconn deseja arrebanhar alguma fabricante do nível de Semp, Itautec ou Positivo para produzir os aparelhos.

Num primeiro momento os investimentos devem chegar a US$ 4 bilhões. O acordo que o governo brasileiro selou com a Foxconn fala em US$ 12 bilhões. Nesse bolo com certeza estarão isenções fiscais e outras facilidades que a União pretende fornecer para a gigante asiática.

Nessa história toda, o que me impressiona é a presença do BNDES bancando 30% de um negócio que claramente será lucrativo – tem tudo para sê-lo. Por que colocar dinheiro do Estado num negócio desse porte? Não seria mais interessante usar o dinheiro do BNDES em empresas que precisam de aporte financeiro, o que não é o caso da Foxconn? Mais uma vez a iniciativa privada brasileira demonstra toda a sua tacanhez.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

araujo_abner
Tenho 50 reias, posso ajudar Foxconn?
Francisco de Assis Soares Junior
Você acha que ele colocará o dinheirinho dele. É melhor pegar do nosso bolso com os prazos a perder de vista que o governo dá.
Tiago Coimbra de Araújo
Bem lembrado Tito_Reis... prefiro os animais a muitos humanos, principalmente a grande maioria dos homens e mulheres ligados a politica.
Vinicius Kinas
O problema que muitas vezes acontece, é que como os juros disponibilizados pelo BNDES são baixíssimos, o empréstimo perdura por muito mais tempo do que deveria, já que pagar os juros é muito mais barato que a dívida em si.
Vinicius Kinas
@Lucas G NOT. Na verdade, o governo não deveria gastar dinheiro NENHUM. Tirando impostos para serviços essenciais, esse dinheiro deveria ser seu, e VOCÊ deveria gastá-lo para movimentar a economia. @Ramon Melo Mas seria o cúmulo da incompetência do serviço público ter um banco deficitário no Brasil.
Vinicius Kinas
A ideia por trás do BNDES é fomentar o desenvolvimento nacional, o problema é que só quem é apadrinhado do governo consegue as mamatas vindas do BNDES.
Nero
Eu acho que o didi que Eike esta investindo é o nosso , é só ver o fundamento da sua fortuna , veio de nosso próprio bolso , enquanto o povo dorme eles se aproveita , financiando os políticos para tiras mais didi como este investimento , sabendo se não der certo , o BNDS , mais uma vez se lasca e eles saem mais rico .
André
Quem pode, pode! Hehe.
Rodrigo Fante
Milhares de empregos direto e indiretos não é extrema prioridade?
Kowalski
@Sr. Arthur Novello: Banco com objetivos sociais não investe o dinheiro como "lhe convir". Deve ser dada prioridade a investimentos em infra-estrutura, coisa que o Brasil não tem. Pelo que consta, essa estrada para a Foxconn e demais fábricas foi construída com dinheiro público e para beneficiar essas empresas privadas.
Arthur Novello
Sry buddy, mas vc mesmo falou ECONOMICO e Social, o BNDES investe o seu dinheiro na fabrica, tem um retorno e o banco reivenste da forma que o convir! E outra, as instalações da Foxconn vão ficar em Jundiai, por acasa você já passou pelo Rodoanel pra falar que não tem investimento em estradas?
Kowalski
Aqui está um investimento suspeito do Eike com dinheiro do BNDES: http://bit.ly/rNV53t
Daniel
Quanto o Tecnoblog vai investir nesse negócio? rsrs
Kowalski
@Rodrigo: O problema e a causa da minha desconfiança é o presidente da Foxconn, Terry Gou, que já desdenhou do Brasil antes e não quer botar a mão no bolso. Acho que ele já percebeu que no Brasil as coisas só funcionam com negociatas e operações escusas. Por essa razão, ele está tão interessado no dinheiro do BNDES.
ricardo
O Eike já viu alguns de seus empreendimentos falirem ao longo da história. Depois, 500 milhões para ele não passam de um "troco" que ele vai colocar lá para "ver no que dá". Porém, eu torço, assim como todo bom brasileiro, para que o empreendimento dê certo.
Exibir mais comentários