Início » Arquivos » Antivírus e Segurança » Bom negócio: clickjacking rende 10 milhões de euros para golpistas

Bom negócio: clickjacking rende 10 milhões de euros para golpistas

Avatar Por

Sete homens detidos no leste europeu estão sendo processados nos EUA por conta de um esquema de sequestro de cliques (clickjacking) que infectou 4 milhões de máquinas em 100 países, em um golpe que pode ter lhes rendido ganhos de até 10 milhões de euros (R$ 24 milhões).

De acordo com a revista Wired, o esquema funcionava desde 2007 e incluía uma agência falsa de publicidade, que vendia propagandas na rede para empresas legítimas, que os pagavam por clique recebido em suas páginas.

Para aumentar a eficiência de seu produto, os acusados infectaram 4 milhões de navegantes com um programa chamado DNS Changer, que silenciosamente alterava as configurações DNS de suas vítimas — tanto em Windows quanto no OS X — para um endereço próprio que os redirecionava para as páginas de seus “clientes”.

Ao pesquisar pelo download do programa iTunes em um serviço de busca, um usuário infectado era redirecionado a uma página dos anunciantes do grupo mesmo depois de clicar em um link legítimo. O mesmo acontecia ao tentar acessar páginas de outros serviços e até mesmo órgãos governamentais.

Entre os computadores afetados pelo malware estavam máquinas da NASA e de outras agências governamentais dos EUA, que fez com que o governo federal entrasse com a ação contra os sujeitos.

Segundo informações do jornal The Guardian, o grupo formado por seis estonianos e um russo se encontrou com a pesada mão da lei no começo da semana, detidos pelo FBI na cidade de Tartu, na Estônia, em uma operação feita com a colaboração das autoridades locais.

De acordo com a empresa de segurança TrendMicro, que também colaborou com a operação, esta foi a “maior derrota do cibercrime na história”. Em 2009 a empresa teve acesso a alguns discos de backup da botnet gerida pelo grupo e foi a responsável por verificar a “identidade” dos detidos.

Até o momento, não há informações de quantos brasileiros foram vítimas do esquema.

Com informações Guardian, Wired

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Yangm
Leando de souza: Estamos falando de antivírus seu pervertido!
Leandro de souza
Se vc gosta so de ouvir beleza. Eu ja sou de demonstrar amor e fazer as mulheres felizes..
Yangm
Não, eu gosto da voz da mulher do Avast Inernet Security ;)
Leandro de souza
Nada haver , o melhor antivirus sempre vai ser o usuário. Nao é usando linux ou w7 ou mac q vc vai ta seguro...
Leandro de souza
Aposto q vc pega mais virus do que eu...
Yangm
Leandro de souza: tão seguro quanto usar Internet Explorer 6.
@rodrigorsena
Ninguem nunca sabe sobre os Brasileiros \o/
ricardo
O XP é realmente vulnerável, mas a grande maioria dos usuários, uma vez utilizando cópias piratas, não tem direito de reclamar.
Leandro de souza
O XP é otimo , porém seguro apenas com os updates d amicrosoft ligados , senao ele se torna muito vulneravel. Costumo colocar antivirus , anti-malvware , verificador de pendrivers e um anti de msn pra se precaver...
Claudio H.
Kkkkk euri!
Marcelo
O que vem a tona é que nunca estamos a salvo!
Yangm
Não se a bateria deles acabar antes.
Kowalski
Fala baixo, rapaz! Se não, você pode ser linchado. :D :P
Yangm
Lembrando que isso afetou o Mac OSX também.
Kowalski
Uma dúvida: por que quando se fala em vírus e demais ataques a computadores, costumam usar a imagem do lendário e saudoso WIndows XP para ilustrar a reportagem?! :D :P
Exibir mais comentários