O impensável aconteceu: depois de 6 anos imbatível no primeiro lugar do ranking de distros mais populares do DistroWatch, o Ubuntu perdeu o primeiro lugar. E, vergonha das vergonhas, a derrota veio pelas mãos de uma distro baseada no próprio Ubuntu, a Linux Mint.

"Yo, Adrian, I DID IT!!!!"

Conhecido como uma referência para conhecer novas distros e saber quando uma distro foi atualizada, o DistroWatch libera periodicamente um ranking contendo as distribuições Linux mais populares, e o último ranking trouxe uma surpresa: o Linux Mint superou o Ubuntu.

Segundo colocado

O que não significa que há mais máquinas instaladas com o Mint no mundo, ou algo assim. O ranking é baseado no número de páginas acessadas dentro do próprio DistroWatch, ou seja, ele define o grau de interesse dos visitantes do site. Mas ainda assim, a mudança merece análise: pela primeira vez em seis anos, há mais pessoas procurando informações sobre o Mint que sobre o Ubuntu.

E os motivos para isso podem ser vários: na ânsia de se tornar mais popular e mais simples para o usuário comum, o Ubuntu vem tomando decisões controversas que desagradam muitos usuários mais antigos. O Unity é um exemplo claro disso, uma interface de usuário que pode até ser simples, mas “trava” usuários mais avançados.

E no meio disso tudo, o Mint é uma escolha comum para esses usuários, por ser baseado no Ubuntu e por não trazer todas essas mudanças. A própria equipe do Mint já declarou que não pretende usar o Unity ou outras soluções mais radicais do Ubuntu.

Essa mudança no ranking pode acabar sendo apenas a ponta do iceberg de uma mudança ainda maior no cenário de distribuições Linux. Se a popularidade do Ubuntu continuar caindo, não seria dificil imaginar um exôdo de usuários para outras distros.

E nesse caso, qual distribuição Linux você usaria?

[polldaddy poll=5655627]

Com Informações: Muktware

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lara Cantador Do Vale
Cada um na sua amigo, todos somos livres e você não tem nada a ver com isso. Por que te incomoda tanto? Use seu Windows e seja feliz. Cada um usa a distro que quiser! Não se incomode, o que você tem a ver com isso?
Eduardo Figueiredo
Eu uso o Ubuntu. Simples de instalar e manter, ainda que tenha alguns bugs e limitações. Tenho o Debian em um dos meus computadores. Muito estavel mas um tanto burocrático para usar.
Edson Pessotti
O Zorim e outra distro baseada no Ubuntu que vale muito a pena e bem estavel e leve.
Almeida JC de Jesus
Eu usei Ubuntu puro até a chegada do Unity... daí migrei para o Lubuntu no desktop e Kubuntu no Notebook... mas apesar da interface diferente, continua sendo Ubuntu.
francisco eduardo Homor
Usei ubuntu uma vez pra nunca mais usar. Parece um elefante, o processador esquenta mais, e precisei até trocar a fonte do meu pc (prova que gasta mais energia). Pra mim Mint (Mate) é o melhor em desempenho, economia e usabilidade (e eu já queimei quase 50 CDs eDVDs de distribuições!!!). Sou contra ter que trocar de PC quase todo ano só pra rodar essas distros superpesadas.
andeerziika
O Ubuntu ainda é a melhor distro na minha opinião pois o primeiro lugar se não fosse pelo Ubuntu não estaria lá e logo logo Elementary OS vai ficar em primeiro Elementary OS que também é baseado no Ubuntu!
João Paulo Martins Hammer
Ubuntu permanece a melhor distribuição linux, e a única refisefuqui que eu gosto de usar é o Manjaro que faz um excelente trabalho com a interface XFCE, baseada no Arch e com a intenção de não assustar os iniciantes. Ps: o Ubuntu já foi uma refisefuqui, mas a muito tempo deixou de ser.
Angelo Cordovil
Eu ja uso Mint a muito tempo, hoje uso Mint 17.1, não tem melhor, muito melhor que o proprio Ubuntu...e mais bonito
kxe57
Slackware, na minha opinião, por ela fazer com que você trabalhe com ela diretamente "por baixo dos panos", ela te dá a possibilidade, pra quem tem o conhecimento necessário é claro, defazer o que quiser [sim, todo linux faz isso], mas, pelo menos pra mim, tem o fato da estabilidade, tanto que usei por 8 anos sem precisar fazer nada além de manter. E os grupos, em sua grande maioria, são muito compreensiveis principalmente com os iniciantes no slackware. Mas também escolheria, apesar de não ser livre, o OS X, também pela estabilidade, leveza e fluidez que o sistema entrega. [tirando um pouco de sarro.... E não tem tela azul da morte, por mais que ultimamente venho usando win..]
Marcus Vinicius
Eu uso o Mint há anos, e não me arrependo. Após a "morte" do Kurumin, passei uns dias no Windows de volta, depois comecei a usar o Ubuntu, creio que na versão 8, mas depois que conheci o Mint fui e fiquei nele.
Wolkan
acabei de enviar o pedido. eu vi o programa dentro da iso, mas nao entendi como instala ele.
Thaynan Lima
Cara, aconteceu comigo tbm. Mas eu abri o pen drive bootavel pra ver os arquivos dele, e dentro tinha um programa deepin usb boot (alguma coisa assim! ). Consegui usar ele pra criar um novo USB bootavel e consegui instalar. Qualquer coisa, se vc não conseguir encontrar esse programa, me add no Facebook que te mando o applet: facebook.com/thaynanlima. Vale a pena! O Deepin é muito lindo e muito bem feito! Abraço!
Wolkan
oi, se vc conseguir fazer um pendrive bootavel com o deepin, vc poderia compartilhar? estou procurando programas, comandos o que for e nao consigo. sempre aparece a msg na hora do boot que falta o sistema operacional.
Thaynan Lima
Uso o linux a um bom tempo; sou professor de Informática na educação Fundamental, e uso linux no meu trabalho. Não tenho nada a reclamar do Ubuntu, nem do Unity... também achei uma boa revolução na interface. Porém, sou adepto de distros que aliem funcionalidade, e um visual gráfico bonito, belo! Porque não? Uso e recomendo o uso da distro ElementaryOS (versão Luna), e irei testar a distro Deepin Linux, um projeto de origem chinesa.
regnsousa
Parabéns aos desenvolvedores do Linux Mint, eu particularmente uso o Mint, muito bom, personalizável, fácil de manusear, parece um pouco com o Windows, embora seja uma semelhança muito pequena, más possui alguns comandos parecidos. Na minha opinião faltou a alternativa de alinhar os atalhos da área de trabalho automaticamente. Pois sem alternativa sempre se remove algum atalho, os demais ficam desorganizados, precisa organizar manualmente sempre que fazemos alteração na área de trabalho. Com relação a instalação de programas, é muito bom, apesar de ainda haver as mesmas dificuldades do Linux. Raramente se encontra um software na internet que dê certo instalarmos, nesse caso é mais recomendável usar os softwares na centra de aplicativos do Linux Mint, que por sinal são muitos.
Exibir mais comentários