Início / Arquivos / Internet /

Google+ dá as boas vindas para empresas

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

As porteiras do Google+ estão abertas agora para empresas. Nessa segunda-feira o Google informa que pessoas jurídicas finalmente são aceitas na rede social que deve substituir o Orkut com o passar do tempo (embora eles mesmos neguem essa informação). O Google+ Pages foi liberado e deve aparecer para os usuários muito em breve.

Vic Gundotra, VP de Engenharia do Google, publicou um artigo no blog oficial da empresa no qual comenta o lançamento do Google+ Pages. Gundotra argumenta que até o presente momento a rede social estava focada nas relações entre pessoas. Por isso que não podia adicionar empresas, muito menos adotar pseudônimos e afins. Etapa concluída, chegou a hora de estimular a relação das pessoas com firmas comerciais.

Google+: ferramenta para criar página corporativa. (Clique para ampliar)

A bronca era grande. Diversos perfis de empresas foram apagados logo que o Google+ estreou, faz alguns meses. Ainda não havia a proibição de pessoas jurídicas por lá. O que os usuários corporativos esperavam era algo similar às páginas do Facebook, que permitem que empresas criem relacionamentos junto a seu público-alvo. As páginas do Google+ funcionam de forma bastante similar.

Para criar uma página na nova rede social do Google é preciso entrar nesse link e seguir o passo a passo. Alerta: o recurso não está disponível para todos os usuários. Eu mesmo não consegui abrir a ferramenta para criar nova página (mesmo usando o Chrome). Já o Rafa, editor do TB, conseguiu com sucesso abrir a ferramenta depois de pular do Firefox para o Chrome.

Não, não pode não. (Clique para ampliar)

Por sinal, o Google+ enquadra a atividade “blog” dentro de Artes, Entretenimento e Esportes. Deviam ter adicionado “mídia” a essa mistura para que as coisas fiquem mais claras.

Algumas empresas aparecem na inauguração oficial de páginas corporativas do Google+. É até melhor assim porque os usuários vão se acostumando com perfis do tipo feitos por profissionais. A Toyota estadunidense, por exemplo, ainda não compartilhou absolutamente nada. Ao lado do nome da empresa aparecem duas insígnias: a primeira informa que a conta foi verificada pela equipe do Google+; a segunda quer dizer que se trata de uma página empresarial.

Página da Toyota USA no Google+

Assim como em perfis de pessoas físicas, as páginas para empresas podem ser adicionadas a círculos de usuários. A partir daí o internauta acompanha o que determinada marca, produto ou companhia compartilha na rede social. O mesmo vale para quando a empresa der +1 em resultados de busca do Google, que vão aparecer também para quem a adicionou como “amigo” na rede.

Aproveitando o lançamento das páginas empresariais, o Google também informa sobre um novo atributo do buscador. Na próxima vez que você entrar na busca do Google, coloque “+” seguido do nome de um produto ou serviço. Caso ele exista dentro do Google+, a empresa vai automaticamente te levar para esse perfil. Eu fiz o teste por aqui e não consegui testar o recurso. De qualquer forma, abaixo tem o vídeo de divulgação do recurso. Ele se chama Direct Connect em inglês.


(Vídeo do YouTube)

As páginas do Google+ para empresas têm quatro classificações possíveis de conteúdo: livre; para maiores de 18 anos; para maiores de 21 anos; e relacionados a bebidas alcoólicas.