Arquivos Internet

Nada de elemento <time> no HTML5

Padrão para indicar data e hora foi prontamente rejeitado pelo editor do HTML5.

Thássius Veloso
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O editor de especificações do HTML5, Ian Hickson (ou Hixie para os íntimos) decidiu que ainda não é o tempo certo para termos o elemento <time> nos padrões de internet que ele tanto defende. Hixie optou por não aprovar a proposição do elemento <time>, para tristeza de algumas empresas que vinham endossando o elemento faz algum tempo.

A Opera, por exemplo, atualizou o navegador Opera para que lesse o elemento <time>. Em tese o browser consegue detectar imediatamente ao carregar uma página o momento em que ela foi publicada inicialmente. O projeto do <time> prevê que o momento exato em que a página em questão foi ao ar pela primeira vez seja registrado num formato entendível principalmente por outras máquinas.

De acordo com Hixie, o <time> não vinha sendo usado nem para formatar as informações de data e hora da publicação com itens visuais específicos (por meio do CSS), nem para de fato especificar o momento em que a página foi publicada.

O problema dessa história toda, muito bem apontado pelo Scott Gilbertson no Webmonkey, reside no motivo dado por Hixie para a decisão: o <time> não tem sido usado em larga escala. Pode ser, mas não faz muito sentido usar um elemento que ainda não foi oficialmente reconhecido também. Caso ele fosse validado, talvez mais websites adotassem o <time> para indicar o horário das páginas.

De qualquer forma, o <time> estava em uso pelo Reddit, aquele agrupador de links populares, e pelo tema padrão do WordPress. Ou seja, já tinha algum uso, ainda que bastante restrito.

Hixie afirma que o ideal por enquanto é usar o elemento <data> para esse tipo de informação. Ele diz respeito a dados em geral, e não a datas especificamente, mas tem tomado a vez como substituto do <time>. Então tá.

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque