Início » Arquivos » Celular » Nokia N9 rodando MeeGo 1.2 lindamente

Nokia N9 rodando MeeGo 1.2 lindamente

Smartphone tem processador ARM Cortex V8 de 1 GHz. Para completar, conta com câmera de 8 megapixels com lente Carl Zeiss.

Avatar Por

Um dos aparelhos mais bonitos que eu já vi. O Nokia N9 chega muito em breve ao mercado mundial como mais uma opção de smartphone com especificações que enchem os olhos de qualquer geek. Eu tive o prazer de brincar com uma unidade dessa belezinha e posso dizer: o MeeGo em sua versão 1.2 está muito bem construído, com rapidez impressionante.

Confira abaixo o vídeo que eu fiz com uma rápida introdução dos recursos do Nokia N9, com a ajuda (em inglês) de um representante da Nokia durante a conferência Nokia World.

O MeeGo 1.2 presente no dispositivo adota o conceito Swipe, apresentado pela companhia finlandesa nesse ano. Quer dizer que para algumas ações bem comuns do aparelho basta simplesmente deslizar os dedos. Principalmente para navegar entre as Home Screens do N9. São três: notificações, com direito à data de hoje; menu de aplicativos; e os apps que estão abertos simultaneamente.

É bem fácil de manusear N9. Depois de alguns minutos com o aparelho, você já se acostuma com o ato de tocar numa das laterais e arrastar a tela para passear entre as três Home Screens disponíveis. Uma pegada totalmente diferente do que a gente vê atualmente com o iOS, o Android e o Windows Phone.

Embora o vídeo demonstre rapidamente o celular funcionando, eu o utilizei por muito mais tempo. Os aplicativos nativos são bastante úteis e atendem a uma série de necessidades do usuário, em especial para redes sociais. Twitter, Facebook, Flickr… Tudo isso está lá, construído diretamente no MeeGo 1.2 (versão mais recente do sistema, veja só) que o Nokia N9 tem como motor para seu funcionamento.

A falta de engasgos na hora de utilizar o N9 talvez se deva às especificações. Tem processador ARM Cortex A8 de 1 GHz. Além disso, a memória é outro monstro: 1 GB de RAM, para nenhum usuário reclamar mesmo nos aplicativos mais pesados.

Justamente nos aplicativos que fica a minha descrença no Nokia N9. A companhia já anunciou que não pretende adotar o MeeGo 1.2 em nenhum outro aparelho num futuro próximo. Por outro lado, tanto a VP de Mobile da Nokia, Blanca Juti, como o presidente da Nokia Brasil, Almir Narcizo, me garantiram que a plataforma continua sendo suportada pela empresa. Mas qual desenvolvedor se sente motivado a programar para um sistema que está nessa situação semi-zumbi? Conversei com alguns desenvolvedores de um grande provedor de email da Rússia que me disseram que o MeeGo é perda de tempo, e que o foco deles está mesmo no Symbian (ainda que a situação desse sistema também não seja das melhores).

Se você se satisfaz com os apps presentes no Nokia N9, creio que ele seja uma boa opção de compra. E vale lembrar que a câmera tem 8 megapixels com direito a lente Carl Zeiss. Eu pude ver as fotos feitas pelo N9 no próprio display do aparelho. Ficam boas nesse tipo de visualização, mas prefiro não comentar sobre como essas imagens aparecem num visor tradicional de monitor ou mesmo depois de serem impressas em papel fotográfico especial.

Nokia N9: em português do Brasil

Ah, outra boa notícia é que o N9 teve sua interface totalmente traduzida para o nosso bom português.

O Nokia N9 está em pré-venda no Brasil pelo preço sugerido de R$ 1.699. Ele não é oferecido por nenhuma operadora em específico, portanto quem quiser um smartphone desses tem que procurar os canais usuais de varejo. A Nokia Brasil não confirma, mas a data de lançamento do produto está agendada para 04.11.2011 — na sexta-feira, portanto.

O Tecnoblog acompanhou o Nokia World (26 e 27 de outubro) em Londres a convite da Nokia.