Nossa conexão de banda larga fixa e móvel deve melhorar pelo menos a partir de novembro do próximo ano. O motivo? A Anatel determinou novas metas de qualidade para as operadoras de telecom e internet por celular. Agora elas serão obrigadas a entregar, em um mês, o mínimo de 60% da velocidade contratada. Só para efeito de comparação, as regras atuais garantem apenas 10%.

Dessa vez a regulamentação foi mais específica, apresentando dois critérios de exigência: a taxa de transmissão instantânea, que se refere à medição da velocidade a qualquer momento, com percentual mínimo de 20%, e a taxa de transmissão média, que representa a média da velocidade entregue durante todo o mês, com exigência de pelo menos 60%. Achou pouco? Esses valores aumentarão 10% a cada ano.

Conexões: agora com velocidades mínimas de respeito

Segundo a agência, o regulamento referente à banda larga fixa “atende ao disposto no art. 2º do Decreto nº 7.512, de 30/06/2011, que incumbiu a Anatel de definir parâmetros de qualidade para os serviços de telecomunicações que suportam o acesso à internet em banda larga”. E mais: “o não cumprimento das metas de qualidade sujeita as prestadoras a sanções”, disse a Anatel em comunicado à imprensa ontem.

A Anatel determinou que as medições deverão ser inspecionadas por duas entidades (que ainda deverão ser financiadas pelas operadoras), no mesmo estilo da ABR Telecom, que gerencia a portabilidade numérica. As responsáveis serão a GIPAQ (Grupo de Implantação de Processos de Aferição da Qualidade), que determinarão a metodologia e procedimentos, e a EAQ (Entidade Aferidora da Qualidade), que ficam responsáveis pela medição.

Não bastasse isso, a operadora deverá ter um medidor de velocidade nos moldes do SIMET, para que seus usuários comparem a velocidade da rede da sua operadora com o teste da entidade (que será o determinante de alguma irregularidade).

Voz via 3G não pode ser bloqueado

Um dos destaques das novas metas de qualidade para serviços de banda larga móvel pode ter passado despercebido, mas é um dos mais importantes. Segundo o novo regulamento da Anatel, a operadora deve garantir a “não inviabilização dos parâmetros de rede do SMP, nas comunicações de voz, por meio de conexão de dados”.

O que isso quer dizer na prática é que uma operadora de telefonia celular não pode bloquear o acesso a serviços como o Skype por meio de redes de dados. No passado certos contratos de operadoras, como a Vivo, incluíam uma cláusula que dizia especificamente que serviços de VoIP não poderiam ser usados por meio de redes de dados. Agora esse texto possivelmente será alterado.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

ANDRE
Houve essa tal chamada "inclusão digital" no Brasil. A grande esmagadora maioria não sabe diferenciar megabit e megabyte. As operadoras menores aproveitam para ganhar dinheiro sobre a falta de conhecimento. Onde trabalho tentaram empurrar o seguinte bordão para a velocidade super lenta (contratei 5Mbits e estava no momento trafegando entre 300kbits~500kbits - ) : "- Nenhuma operadora ADSL garante mais de 10% de velocidade". Neste caso uma mentira muito grande!! Essa operadora é terceirizada e fornece de maneira monopolizadora internet em um Shopping. Exemplos: Quem assina 1 'MEGA' recebe em sua casa na média de 830kbit, ou seja, 80% da velocidade contratada. Assinando a GVT 10MB você recebem em sua casa uma média de 12350K, sendo assim 100% da velocidade contratada pois ao navegar fica na velocidade de 10.000k, pois o resto de conexão é utilizado pela tecnologia como cabeçalho para realizar a conexão e algumas perdas que acontecem. Eu não conheço um caso de alguém que assine 1'MEGA' e receba em casa 100kbp/s , ou seja downloads a 10kb/s!!!! É vergonhoso você assinar 5MB e trafegar com 500kb/s ao invés de 500KB/s!!!
leo
o problema: a net por exemplo, pago 139 reais por 10 mega e recebo efetivamente 0,5mega. SÓ Que, pelo site deles e pelo link da copel e tudo, dá exatamente 10megas certinho. Agora, quando vou a QUALQUER SITE, sendo vimeo, youtube, uol, pinterest, filmes em geral, qualquer um, e vou baixar arquivos, ai vejo q o download não chega a 100kbp/s. Então algo está errado nesta medição. Eles ainda te dão um link, acho q megaflashmind, algo assim, onde vc baixa o filme da net... Lá tb dá o tanto de mega q vc contrata... mas só lá... de resto, é mentirada pura.
Thiago Mobilon
Qual o erro e qual o device? Aqui via iPhone funciona normal...
Vinicius Kinas
Duvido muito que isso aconteça. Desmembrar uma empresa com a infraestrutura e patrimônio não é coisa simples, e o custo acaba sendo tão grande quando assegurar a velocidade, mas com muito mais trabalho e burocracia.
Eddy
I have a bad feeling about this.... Algo me diz que as empresas irão cobrar os olhos da cara, também. Porém, devo dizer também que é uma boa iniciativa.
Eddy
Atualmente elas só garantem 10% do contratado (por isso que você pega net de 10MB e baixa a 1MB/s, por exemplo), a garantia de 60% seria um aumento grande.
Thiago Negherbon
Entendo que o aumento de 10% ao ano após 2012 seja até os 100% que foram contratados. Por que a empresa deveria oferecer acima do contratado (excetuando-se erros no controle e promoções esporádicas)?
Marcelo
Poderei pagar apenas 60% também??? #DurmaComIsso
romcamara
Acho que não vão existir problemas com a velocidade, as operadoras têm capacidade para prover a taxa estipulada, por outro lado, todas vão utilizar a clausula de franquia em GB, quando for atingida haverá diminuição da velocidade, simples assim.
Marcus V Pavan
Independente se vai funcionar essa inspeção, cabe nós, consumidores, fiscalizar e reclamar! [o] Marcus
Vinicius Kinas
Nunca foram pegos por Traffic Shaping porque é quase impossível de provar. O TS é geralmente utilizado em protocolos P2P, streaming de vídeos, e outras coisas que consomem mais banda. O protocolo HTTP raramente é cortado, e por isso quando você reclama que está devagar, eles te pedem pra ver a velocidade de um download de um servidor confiável que vem na velocidade normal, e você não consegue provar o problema. Se os medidores só utilizarem o protocolo HTTP para medir a velocidade, o TS vai continuar como está hoje.
Luiz Felipe
Voz via 3G não sera bloqueado. Vou pagar para ver, e queimar carros na rua se não ocorrer.
robson
Melhorar?! Isso vai dar merda. Se antes eles já faziam traffic shaping (nunca admitiram) porque não tinha infraestrutura pra aguentar os porcos 10%, imagina tendo que garantir 60%? Tamo perdidos.
Tio Z
Exato... se portabilidade já rola o famoso "tinha um dado divergente no seu cadastro e o numero foi perdido na transferencia", essa historia das telecoms pagarem o controle de velocidade vai manter o atual "o problema é no seu computador" com o extendido agora "nos medidores oficiais a velocidade está nominal. Contate um tecnico particular para verificar o seu computador".
Humberto Mendes
Olha, na boa? Fiquei boquiaberto com a notícia. Claro que muitos vão tacar pedra, falar que não vai dar certo mas... Não seria pior se eles não tivessem tomado iniciativa nenhuma? E outra, vocês acham que eles tiraram essa medida da cartola ou é porque uma penca de gente reclamou com a Anatel dos péssimos serviços prestados pelas operadoras? Comecemos a cobrar, comecemos nós mesmos a fiscalizar, a ter consciência dos nossos direitos, aí que muda. Senão vai continuar do jeito que tá. Já basta do consumidor sentir que a operadora está lhe fazendo um favor de prestar seus serviços.
Exibir mais comentários