O melhor exemplo do nível de precaução judicial na disputa por patentes entre fabricantes de smartphones foi dado pela Samsung, contra a Apple. A sul-coreana entrou com um pedido em cortes nas cidades da França e Itália requisitando o bloqueio de vendas do próximo iPhone semanas antes dele ser anunciado, achando que era o iPhone 5. Um dia depois do iPhone 4S ser anunciado o pedido foi alterado com o nome real do celular e enviado. E hoje esse pedido foi negado.

De acordo a AGI, agência de notícias da Itália, a corte de Milão em que a Samsung pediu o bloqueio das vendas negou o pedido da empresa e pediu que ambas retornassem com mais informações para uma nova audiência no dia 16 de dezembro. Com isso o lançamento do iPhone 4S vai acontecer como planejado nessa sexta-feira na Itália e em outros 21 países. Já a corte da França ainda não deu uma resposta.

iPhone 4S: livre para ser vendido

A Samsung tem agora até o final do ano para preparar seus argumentos a favor da proibição. E a Apple também vai estar lá para tentar continuar vendendo seu smartphone no mercado. Vendo o quanto a gigante de Cupertino já conseguiu com as suas patentes em demais países, é meio difícil ter esperança por uma vitória da sul-coreana.

Na verdade o que eu espero mesmo é que os dois lados esqueçam essa disputa judicial infrutífera para os consumidores, paguem o que devem de licenças em patentes um para o outro e continuem a inovar, cada um do seu jeito, na área de tablets e smartphones. Mas isso só aconteceria mesmo em um universo paralelo. Onde a agente Olivia Dunham é ruiva.

Com informações: PCMag.