Início / Arquivos / Computador /

Nem Mac, nem PC: Amiga está (mais ou menos) de volta

João Brunelli Moreno

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Os jovens leitores do TB provavelmente não sabem, mas na primeira metade dos anos 90, antes da Microsoft dominar praticamente 90% de todas as máquinas que existiam pela Terra, o mágico mundo dos computadores era dividido entre os reinos do Windows, da Apple e do Amiga – três plataformas que concorriam de igual para igual e eram campeãs de popularidade. Depois de mais de uma década e meia sem um produto no mercado, o Amiga mostrou sinal de vida essa semana.

Fabricado pela Commodore, a linha de PCs Amiga saiu de cena em 1994, depois que a companhia pediu falência vitimada pela concorrência feroz da gigante de Redmond. Enquanto seu hardware deixou de ser encontrado em lojas, o desenvolvimento de seu sistema operacional, conhecido até então pelo grande poder de processamento de gráficos, seguiu (lentamente) a frente, graças a empresa Hyperion, enquanto o hardware ficou a cargo de uma empresa chamada AmigaKit.

AmigaOne X1000: bonito e barato, só que ao contrário | Clique para ampliar

Depois de longos 17 anos, os Amiga deverão voltar a ser comercializados. O renascido AmigaOne X1000 deverá estar disponível para compra “até o final do ano”, e chegará equipado com um processador dual-core PowerISA (quem?), último dos representantes da arquitetura PowerPC, rodando a saudáveis 1.8 GHz, placa de vídeo ATI Radeon R700, 2 GB de memória RAM e 500 GB de HD.

O modelo não deverá ser exatamente um campeão de vendas, no entanto, por conta de seu preço. Destinado a entusiastas hardcore da antiga plataforma, o X1000 vai custar lá fora o equivalente a salgadíssimos R$ 4,8 mil. sem incluir impostos, frete e a licença do Amiga OS 4.1, vendida separadamente. Se você quiser, é só correr nesse página e enviar um e-mail para garantir seu nome na pré-venda.

Aos que esperam uma opção mais em conta, um netbook baseado na plataforma deverá surgir “em breve”.

Com informações: OSNews, AmigaKit (.pdf)