Pesquisa conduzida por cientistas do Reino Unido mostram que o seu celular pode não ser tão limpinho como você imaginada. 1/6 dos aparelhos analisados por eles continha coliformes fecais (ou coliformes termotolerantes), nome designado para indicar um conjunto de bactérias que tem origem no intestino. Como o nome sugere, os coliformes entram em contato com o nosso mundo azul e feliz por meio das fezes.

Os cientistas coletaram amostras de 390 telefones celulares e mais 390 amostras das mãos de quem utiliza os aparelhos. Tudo com cotonete, para garantir a limpeza do grupo de pesquisadores. Depois de fazer as análises, eles concluíram que 16% dos celulares e das mãos estavam contaminados com E. coli. A bactéria pode resultar em doenças bem desagradáveis.

A senhorita lavou as mãos, né?

A situação fica pior porque as mãos do grupo pesquisado está contaminada. Isso quer dizer que não é apenas o celular que potencialmente está recebendo coliformes fecais, mas basicamente tudo o que essa gente toca. E o principal motivo para a contaminação é o hábito nada higiênico de se abster de lavar as mãos depois de utilizar o banheiro.

Tudo bem que a amostra da pesquisa não é gigantesca, mas temos indícios aí de que certos hábitos estão errados. Curiosamente, 95% dos entrevistados (os mesmos que doaram material para análise) disseram que lavam as mãos regularmente. A ciência prova o contrário, como você pode perceber.

A regra é clara: foi no banheiro, tem que lavar as mãos (sim, eu me sinto constrangido de repetir a orientação em meio a público tão bem informado como o do TB, mas não custa nada).

E não adianta esquecer de lavá-las, usar o celular, e só então ir ao banheiro para o ritual de higiene. Ao tocar no celular de novo, as mãos voltaram a se contaminar com as bactérias que ficaram no aparelho. Detalhe: a E. coli pode sobreviver por horas na superfície. Nada bom.

Com informações: Estadão.com.br

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ttmclon
Umas pequenas correções: o cotonete utilizado (se chama swab, na verdade. Mas não tem problema, e um cotonete) não é para defender o coletor de contaminação, mas a amostra. E como disseram antes, coliformes termotolerantes estão em todo lugar, o real problema e a concentração desses organismos.
Fernando
Todo dia limpo meu Defy com alcool. Mas ultimamente perdi o medo e de vez em quando lavo com agua e sabão.
Murdock
Frescurada. Tudo isso cria anticorpos. Esse Dr Bactéria do Fantástico é um baita desserviço prestado, daqui a pouco tem gente andando de luva estilo Michael Jackson por aí.
Murdock
Foi exatamente o que pensei...
j2k
será que não tem problema mesmo passar álcool?
Bruno Morais
Atire a primeira pedra quem nunca foi obrar com o celular em mãos.
Gustavo
90% das vezes que acesso o blog é durante a atividade festiva! Estarei contaminado, doutor? :)
@_deni
que merda, hein?
rodrigo
A verdade é que so existir coliformes fecais não é la um grande problema. O problema é a quantidade. Pra ter uma idéia, 100% da água que é considerada potável pelos orgaos públicos de fiscalização sanitária no Brasil admitem um valor X de coliformes fecais na água. Acima desse valor ha preocupação. Ou seja, a água que todos nos bebemos também tem coliformes fecais. A questão é se esses celulares tem traços de coliformes fecais ou se existe uma superpopulação. Quantidade de bactérias (no geral, sem especificar qual é a bactéria) também não quer dizer nada. Qualquer pessoa normal tem muito mais bactérias na boca do que no anus.
Thomaz Fernandes
Entrevista: Dr. Bactéria dá dicas de higiene no uso de eletroeletrônicos: http://idgnow.uol.com.br/computacao_pessoal/2008/08/26/entrevista-dr-bacteria-da-dicas-de-higiene-no-uso-de-eletroeletronicos/
@yagogabriell
Lavem seus celulares. 'Motorola Defy curtiu isso'
ijacauna
"Tudo com cotonete, para garantir a limpeza do grupo de pesquisadores"... Kkkk
Kowalski
Ihh, rapaz... Eu pensava que os franceses eram os mais sugismundos da Europa. :D Tenho uma vizinha que mora na França há mais de dez anos. Ela disse que, nos dias mais frios, o povo não tomava banho, apenas se perfumava e saía. :D Conclusão: "Nós (brasileiros) somos pobres, mas somos limpinhos". :P
Leandro de souza
Depois reclamam do povo brasileiro
Rodrigo Fante
Bastante, fizeram na época da gripe suína uma pesquisa no metro perguntando quem lavava a mão após a ida ao banheiro, 80%(ou algo assim) não lavavam.
Exibir mais comentários