Início / Arquivos / Internet /

Google apresenta app de keynote totalmente novo

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Microsoft PowerPoint e Keynote da Apple que se cuidem. O Google mostra hoje a versão renovada de sua web app própria para criar apresentações. Depois de ano e meio de espera, o Google Docs finalmente ganha uma forma mais elaborada e completa de criar apresentações na nuvem.

Da próxima vez que você acessar a página inicial do Docs, é bem provável que dê de cara com uma mensagem avisando que a nova web app de apresentações está disponível para conhecer e testar. Entrando nessa página há a opção de ativar a ferramenta em sua iteração mais atual. Recomendo que você já adote a novidade, até mesmo para ir se acostumando.

Google Docs: interface renovada

E o que há de bom no novo app a la PowerPoint do Google? Colaboração. Pode ser que a ferramenta do Docs para apresentações não seja tão rica em possibilidades multimídia como acontece com o concorrente da Microsoft ou da Apple. Mas nele qualquer internauta com uma conta Google pode compartilhar o documento com outros usuários, de modo que todos editam a apresentação ao mesmo tempo.

Para colocar ordem nesse provável caos o Google adota marcadores diferentes para cada usuário (com cores diferentes, por sinal). Funciona de maneira semelhante ao que vemos hoje em dia no editor de texto e de planilhas do Google Docs. Eu nunca tive problemas para entender a lógica do Google por trás da colaboração — se outro usuário está mexendo naquele trecho, é só não meter a mão que fica tudo bem.

Animações para itens do slide

O Google tira proveito do HTML5 ao colocar recursos visuais bem interessantes na ferramenta. Nessa seara o destaque vai para as transições de slides e animações. Os itens inseridos em um slide não precisam mais ficar parados na tela, visto que algumas animações mais simples estão à disposição do internauta.

O mesmo vale para as transições de slide. Foi-se o tempo do “corte seco” entre dois slides que não tinham nada a ver um com o outro. Entretanto, caro leitor, continua valendo a recomendação de evitar efeitos especiais em exagero na sua apresentação. Fica ridículo e nada profissional.

Também tem tabelas mais complexas, com células mescladas e “mais opções para estilizar os seus dados”. Já o recurso de desenho permite adicionar setinhas, círculos e afins, além de desenhar livremente no slide.

De acordo com a empresa, a ferramenta nova de criar apresentações será liberada aos poucos para os usuários. Quem quer acesso imediato precisa seguir a orientação que eu dei no começo desse artigo. Claro que você deve ter um browser moderno para utilizá-la. O Google Docs para apresentações não vai rodar em qualquer Internet Explorer velho.