Hoje durante a conferência anual para desenvolvedores BlackBerry, o fundador e co-CEO da RIM Mike Lazaridis anunciou o que reserva para o futuro da sua plataforma móvel. Esse futuro vai combinar a experiência que a empresa tem em smartphones com o BlackBerry OS (ou BBS) e o que ela aprendeu com o seu tablet PlayBook, que roda o PlayBook BlackBerry OS (ou QNX). A nova plataforma vai ser um misto das duas e vai se chamar BBX.

A BBX, segundo a Research In Motion, foi desenhada para “permitir as poderosas experiências móveis que diferenciam os produtos e serviços BlackBerry”. Isso é, quando eles não estão fora do ar. Ela vai permitir que aplicativos feitos tanto para o BlackBerry OS como para o QNX rodem nativamente, além de suportar também aplicativos criados com o BlackBerry WebWorks, a versão das webapps da RIM e que já foi disponibilizado no site da empresa.

PlayBook: agora com suporte a aplicativos Android

Junto com o anúncio da nova plataforma a empresa também liberou uma prévia para desenvolvedores da versão 2.0 beta do BlackBerry PlayBook OS (disponível aqui), que vem com suporte a aplicativos Android portados para a plataforma, além de suportar também o Adobe Air 3.0 e Flash 11, as versões mais atuais.

Desde que o Google anunciou a existência do Android 4.0 (codinome Ice Cream Sandwich), a gigante da web deixou bem claro que unificar as interfaces para dispositivos com tamanhos de tela variado é um dos objetivos da nova versão. Então essa iniciativa da RIM de mesclar as duas plataformas, de smartphones e tablets, não é exatamente nova. Só resta saber se vai ser feita da maneira certa.

Com informações: FinancialPost.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Guilherme Costa (@grcosta)
Tenho um Playbook e um iPad 2, e posso afirmar que ambos tem propósitos bem distintos (mas o iPad 2 sendo mais definido como mídia). O que me causa estranheza é a proposta da RIM se contradizer várias vezes em 2, ou 3 anos. Ano passado saiu o primeiro celular OS6, esse anos já temos 3 OS7, e o Tablet deve receber a QNX até o fim do ano. E agora, anunciam a integração. Okeeeeeey.... Quanto ao que foi falado nos demais comments, vamos aos FATOS: 1) O Playbook NÃO PRECISA DE UM BB PRA FUNCIONAR. A experiência somente é expandida com o compartilhamento de apps (anotar no PB e visualizar imediatamente no BB é a integração corporativa que esperávamos) 2) A antena do iPhone 4 foi cagada forte. Tenho vários amigos com iPhones, e mais da metade reclama do sinal, além de boa parte sofrer com o Death Grip e precisar de capinha pro celular funcionar. 3) Não confundir BB Brigde com Thetering. Qualquer aparelho pode fazer thetering (ao menos quando a Apple deixa) 4) A BBX num primeiro momento será avaliada por developers, e a OS 2.0 para o PB saiu ontem com vários cores de programação que são da QNX. Ainda é cedo pra falar que BBX será o OS definitivo, mas de novo, de OS a RIM tá cheia. 5) O Playbook foi oficialmente lançado no Brasil ontem, durante um anúncio na DevCon. A Saraiva já tem aparelhos para entrega. Fora isso tudo, vamos manter o fanboyismo longe dos comentários. Nós somos bem melhores do que isso. Abraços
Turdin
Brincar com a Apple não pode hein! hahhaha
@diegonei
Antes de tudo, obrigado por postar seus motivos! Agora dá pra bater um papo! Pois, você não precisa comprar dois aparelhos pra usar a conexão de dados do smartphone no PlayBook. O Bridge é uma função especial para smarphones BlackBerry. Não é só a internet, os emails, calendário, BBM (que é app e não pacote, o pacote é o BIS) aparecem no tablet, fazendo dele uma ótima opção para quem já tem um BlackBerry (mas nada impede de se ligar o WiFi Hotspot de um Android e pum, surfar no aparelho, certo?). Quanto a custos, não sei como funciona o WiFi Hotspot dos Androids (e não sei se o iPhone tem, mas imagino que tenha). Num BlackBerry, com o Bridge (que é só pra BlackBerry - internet tethering é outra coisa e pode ser feita com qualquer smartphone e um PlayBook) não geram custos adicionais. Prometeram o PlayBook 4G para ainda esse ano. Se bem lembro, o iPad também tem versões só WiFi não?
Tiago C. Araujo.
Meus parabens pela opiniao ou brincadeira, no meu ponto de vista injusta :D.
Tiago C. Araujo
O Antenagate foi constatado por varios sites e revistas especializadas em tecnologia, a propria Apple tentou se retratar dando capas gratuitamente p/ amenizar o efeito. Se foi mentira, entao porque a Apple faria isso?
Gabriel Ziks (@gziks)
O comentário foi que eu não gostei. Isso é um comentário até o que eu saiba e até então é este o valor. Não quer que eu faça um review do aparelho aqui, não? O fato de ter que ligar o Smartphone Blackberry com o tablet para acessar a internet já desinteressa o suficiente. Você vai precisar ter um smartphone com um pacote de BBM e consumir os dados do pacote pelo Tablet. Sei que existe Wi-Fi, e redes móveis como fica? Adquirir dois aparelhos. Isso eu não curti mesmo. Não quero ser "birrento" e também elogio que a interface está boa e gostei do hardware. Vou aguardar uma próxima visita da Blackberry por aqui e observar mais detalhes para que um comentário seja valorizado. ;)
Lucas Braga
Amigo, o Tecnoblog é um... blog. Então, não somos imparciais, porque quem escreve expõe sua opinião. Aquilo foi uma piadinha - excelente, por sinal, 1/10 - para explicitar ao leitor que a Research in Motion passou por uma mancada antes de qualquer coisa. Da mesma forma que o Rafa brincou com a RIM, também brincamos com a Apple, com a Samsung, LG, com todas as operadoras de telefonia móvel e por aí vai. Basta ler o TB.
Rafael Silva
Tiago, Nossa postura nunca foi ser imparcial. E não planejamos mudá-la tão cedo. ;)
obitow
Vc tbm não foi lá muito justo. O Antennagate não passou de uma mentira repetida muitas vezes. Afinal, o iPhone 4 continuou sendo produzido da mesma forma que foi lançado e nunca mais falaram nada a respeito.
Tiago C. Araujo.
Sr. Rafael, seu comentario no post em afirmar que o BBX vai dar aos usuarios a poderosa experiencia Blackberry "somente quando nao estiver fora do ar" é no minimo descabida, e demonstra um post nada imparcial. Para a sua informacao, os Blackberrys utilizados desde 1999 ou 1998 (se nao me falha a memoria foi lancado em um desses anos), NUNCA, JAMAIS apresentou qq falha como a vista na semana passada, e diga-se os servicos ficaram fora do ar por no maximo um dia e meio. Caso o sr nao saiba, os servicos estao funcionando normalmente. Vale ressaltar que diferente de muitos concorrentes, que apresentam defeitos graves de hardware (como a antena de um certo smartphone), a RIM Blackberrypor se tratar de uma empresa seria e feita p/ quem realmente prioriza trabalho, utilidade e seguranca, resolveu o problema em tempo recorde e ainda se desculpou nao só c/ palavras, mas c/ uma compensacao financeira em aplicativos. Portanto, que o Sr tenha uma postura mais seria e imparcial em seus posts, gosto muito no Tecnoblog e nao quero perder a credibilidade no que é escrito aqui. Parcialidade é aceitavel de usuarios em comentarios, quem escreve o post no meu entendimento deve ser mais prudente.
@meninanubia
BBX? Eike Batista comprou a RIM?
@diegonei
E dai? Aposto que tem gente dizendo o mesmo do iPad, Xoom, finado TouchPad, Galaxy... Que tal contar o motivo? Agregaria mais valor ao seu comentário.
Gabriel Ziks (@gziks)
Experimentei o Playbook e não gostei.