Início / Arquivos / Aplicativos e Software /

Microsoft vai vender Windows 7 por 3 dólares para escolas de Goiás

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Windows 7

Geralmente quando se pensa em Windows, a gente acaba falando do sistema operacional que tem sim um certo custo para o consumidor final. Custo, no entanto, que não vai ocorrer para o governo do estado de Goiás. Por lá, a Microsoft fechou um acordo com a liderança estadual para vender o Windows a um preço bastante interessante: somente US$ 3. Nada mais.

A iniciativa faz parte dos empreendimentos da MS para democratização do acesso à informática e inclusão digital. Por esse precinho camarada, os gestores de escolas públicas terão acesso ao Windows 7 Professional e ao Office 2010 Home & Student, o mais recomendado para atividades em casa e com fins acadêmicos.

Além do acesso aos softwares — os mais usados do mundo em suas respectivas categorias, como você bem sabe —, os estudantes e professores terão à disposição uma série de materiais e conteúdos estudantis que privilegiam o uso do computador para o aprendizado. Tem tudo para ser mais uma forma de, desde cedo, os jovens se acostumarem a usar o computador não só para jogos e redes sociais, mas para aprender e evoluir como ser humano e estudante.

O Microsoft Student Innovation Suite pela primeira vez ganha representação no Brasil. É por meio dessa iniciativa que a MS negociou diretamente com o governo de Goiás para que, ao preço simbólico de 3 dólares, os aplicativos estejam disponíveis ao corpo docente e discente nas escolas.

Essa não é a primeira vez que a Microsoft Brasil demonstra apoio à inclusão digital no país. Em junho, a companhia anunciou que lan-houses têm direito a comprar o Windows por somente R$ 72, desde que cumpram alguns requisitos prévios.

É evidente que a companhia quer vender seu produto e continuar como referência no mercado de informática. Mas se faz isso por um preço mais em conta para escolas e as lan-houses, tanto melhor.