Mesmo o Android sendo ainda uma das poucas alternativas para dispositivos móveis que alcançou algum sucesso, outros esforços vão sendo continuam. A bola da vez é do grupo KDE, que decidiu criar o Plasma Active, um ambiente virtual para tablets e smartphones que roda a partir de Linux.

O Plasma Active não é um sistema operacional por si, mas apenas um ambiente virtual, um UX. Rodando no momento a partir do MeeGo (e provavelmente no Tizen em um futuro próximo) o Plasma tem duas missões importantes: limpar a barra do Qt depois de toda a confusão com o MeeGo (muitos acusam o Qt de ser responsável por problemas no desenvolvimento para o sistema) e, como sempre, ser um concorrente de peso no mercado.

Desenvolvido de forma a ser modular, de fácil customização e principalmente leve, o Plasma Active tentará atingir o mercado mobile através das empresas que já fazem parte da iniciativa KDE. Ou seja, com alguma sorte, não será difícil encontrar o sistema rodando (ou ao menos sendo compatível) em aparelhos de grandes empresas, como a Samsung.

O vídeo abaixo mostra o sistema rodando sua primeira release, chamado Plasma Active One. Embora no momento ele só seja compatível com tablets e ainda dependa de muitos ajustes, pode ser que saia algo de bom dessa iniciativa.


(Vídeo do YouTube)

Interessados no Plasma Active podem acessar a página do projeto, e se possuírem tablets compatíveis (e muita coragem) podem também baixá-lo e instalar.

Com informações: Pinguins Móveis