Lançado inicialmente como uma promoção com limite diário de 10 chamadas, o plano Infinity Pré da TIM evoluiu e se tornou um plano “de verdade”, com tarifas bem interessantes incluindo, além de chamadas intrarede, ligações para fixos, oferta de dados e pacote de mensagens. A adesão foi tão grande que, dependendo da localidade, fazer ligações se tornou uma árdua tarefa. A TIM, entretanto, não conseguiu esse sucesso no Rio Grande do Sul.

O motivo ninguém sabe, mas a TIM fechou o terceiro trimestre desse ano com cerca de 14% do mercado de telefonia móvel no Rio Grande do Sul, fator que a coloca atrás de três operadoras concorrentes no estado. Para tentar corrigir isso, o planejamento de promoções da empresa resolveu apelar, lançando uma oferta disponível apenas para o Rio Grande do Sul.

Deveria se chamar Liberty Pré.

Batizado de Infinity TRI, o plano parece ser uma mistura do Infinity com o Liberty (pós-pago): ao invés da tarifação ser por chamada, ela passa a ser por dia de utilização. Isso significa que, com R$1,25 por dia, é possível fazer chamadas ilimitadas para TIM e para fixo local, bem como enviar ilimitadas SMS e acessar internet. Se fizermos as contas, para o período de um mês, o cliente pagaria R$37,50 para utilizar todos os serviços durante todos os dias. É um valor mais em conta que o plano mais simples dos planos Liberty – que não inclui SMS, ligações para fixo ou pacote de dados.

Além disso, a operadora arrumou outra forma de conquistar os gaúchos: fechando uma parceria com o Grêmio e o Internacional para vender chips com conteúdo personalizado de cada time. Na hora do desespero, vai qualquer coisa – mesmo que a rede engasgue.