Início / Arquivos / Antivírus e Segurança /

Integrante do LulzSec que atacou Sony foi preso nos EUA, diz FBI

Rafael Silva

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O grupo de hackers LulzSec, que causou algum nível de pânico generalizado nos usuários de serviços que eles atacavam, encerrou operações pouco depois de ficar na ativa, durante os meses de maio e junho desse ano. Seus seis membros decidiram se separar depois de publicar arquivos torrent com dezenas de milhares de informações de login e senha dos mais variados sites. Mas suas ações não passaram despercebidas pela lei. Alguns supostos membros do grupo já foram presos no Reino Unido e agora mais foi encontrado e detido pelo FBI nos EUA.

A agência americana diz que prendeu um jovem de 23 anos chamado Cody Kretsinger, detido ontem na sua casa em Phoenix, Arizona, e que está diretamente ligado aos ataques contra a Sony. Ele teria usado técnicas de MySQL Injection para roubar a base de dados dos servidores da empresa. Além da prisão do rapaz, a agência diz ainda que executou outros mandatos de busca e apreensão relacionados ao grupo Anonymous em quatro outras cidades americanas.

Com a prisão desse integrante, o número de pessoas supostamente envolvidas com o LulzSec e que já foram detidas sobe para 9, sendo 5 deles presos no Reino Unido e 4 nos EUA, incluindo seu líder. Alguns deles já foram liberados sob fiança e aguardam julgamento em condicional. A maioria deles, segundo o próprio LulzSec, não fariam parte diretamente do grupo e sim teriam apenas ajudado a disseminar ou espalhar as informações publicadas por eles. Mas claramente a polícia não acredita muito nessa teoria.

Com informações: BBC News.