Início » Arquivos » Internet » Bing integrará status do Twitter e do Facebook às suas buscas [atualizado]

Bing integrará status do Twitter e do Facebook às suas buscas [atualizado]

Avatar Por

Esse post foi atualizado com informações a respeito da integração de tweets aos resultados de busca do Google.

O post foi novamente atualizado com a confirmação do acordo entre Microsoft e Facebook pela CEO da rede social.

bing+facebook+twitter_580px Há menos de duas semanas noticiamos que as negociações entre Twitter, Microsoft e Google estavam acontecendo. Hoje veio a informação que, em breve, tweets farão parte dos resultados de busca do Bing. E não só isso: status do Facebook também estarão integrados aos resultados.

A negociação com o Twitter tenha ocorreu também com o concorrente Google, mas nada foi divulgado ainda a respeito de qualquer novidade nesse tema por parte da líder mundial de buscas. Esse pode ser um trunfo para Microsoft, contando com um diferencial para, quem sabe, abocanhar uma parcela mais significativa do mercado de buscas apresentado resultados que seu principal adversário não tem. Cabe observar que, como ressalta Kara Swisher do AllThingsD, os acordos da Microsoft com Facebook e Twitter são de não-exclusividade.

Embora o acordo com o Twitter já fosse conhecido — por mais que Evan Williams, CEO do Twitter, tenha tentado disfarçar — o acordo com o Facebook é novidade, e uma surpresa que pode ser muito interessante para a Microsoft e também o Yahoo, que usará o motor do Bing em suas buscas. O Facebook é uma das mais importantes redes sociais do mundo, com mais de 300 milhões de usuários em todo o planeta (o Twitter tem cerca de 54 milhões). Mas para que isso funcione será necessária uma a abordagem diferente da utilizada com o Twitter.

O Twitter, por natureza, tem atualizações publicamente visíveis. O usuários do Facebook já contam com maneiras mais privadas de se manifestar, podendo restringir suas atualizações a apenas amigos. Será necessário desenvolver meios para que usuários do Facebook possam definir o nível de “publicidade” que suas atualizações poderão receber.

Espera-se que a executiva da Microsoft Qi Lu anuncie oficialmente o acordo ainda hoje, no palco da Web 2.0 Summit. [Business Insider / AllThingsD]

[Atualização às 17h48] O Twitter acaba de confirmar em seu blog que o Bing trará os tweets em seus resultados de busca. O blog do Bing também confirma e traz maiores informações.

Apesar de ter sido divulgado como certo, o acordo com o Facebook ainda não foi citado oficialmente.

[Atualização às 21h30] O Google confirmou em seu blog que também incluíra os tweets em seus resultados de busca.

Atualizações em tempo real como aquelas no Twitter têm aparecido […] como uma fonte interessante de dados sobre o que está acontecendo no momento no que diz respeito a um tópico específico […]. Estamos muito animados em anunciar que chegamos a um acordo com o Twitter para incluir suas atualizações em nossos resultados de busca.”

Com esses acordos pode-se inferir que o Twitter agora possua, finalmente, um modelo de monetização independente de investimentos de capital de risco.

Google+Twitter_580px

[Atualização dia 23/10/09 às 4h15] Durante a conferência Web 2.0 em San Francisco, Sheryl Sandberg, CEO do Facebook, confirmou ao jornal britânico Telegraph que, de fato, em breve atualizações do Facebook aparecerão entre os resultados de busca do Bing.

Deveremos ter nossas atualizações públicas integradas a um beta do Bing dentro de uns dois meses. Diferentemente das atualizações do Twitter, que já são totalmente públicas, nós temos que ser muito cuidadosos, nos assegurando que as informações estejam sendo publicadas adquadamente,” disse Sandberg.

O Facebook só irá compartilhar dados dos usuários que colocaram suas configurações de privacidade como “todos na web”.

A CEO também confirmou que o Facebook não será pago pela Microsoft para fornecer as atualizações de status públicas para as buscas do Bing. Já, Marissa Meyer, vice-presidente de produtos de busca do Google, também presente no evento, não quis se pronunciar a respeito do acordo do Google com o Twitter. Mantém-se assim incerto se o Twitter está realmente recebendo dinheiro oriundo de seus acordos com a Microsoft e o Google.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Juarez Lencioni Maccarini
Uma opinião pessoal: a integração com o Facebook requer uma adaptação muito maior por parte da rede social do que foi necessário no Twitter (que não precisou fazer praticamente nada). Suponho que isso possa fazer com que o anúncio oficial e a implementação do FB nas buscas cheguem (bem) depois que a do Twitter.