Para encerrar a semana com chave de ouro, o boato da vez é de que o CEO da AOL, Tim Armstrong, estaria em contato com o pessoal do Yahoo para que as duas empresas, dois dinossauros ainda gigantes da web, realizem uma fusão. A informação é da Bloomberg, agência de notícias financeiras que costuma merecer o nosso respeito pelo bom histórico de furos noticiosos.

Tim Armstrong, CEO da AOL e arquiteto deste grande plano

Não é de se espantar que essa opção tenha retornado à mesa de negociações da internet nos Estados Unidos. Durante a semana ninguém menos que Carol Bartz, famosa por ter dobrado o faturamento da Autodesk, rodou – ela não é mais CEO do Yahoo. Carol disse que foi demitida por telefone mesmo, sem qualquer classe, e que “esse pessoal [do Yahoo] ferrou comigo“. Com isso, o Yahoo fica sem uma liderança até que se encontre um executivo competente para dirigir a companhia.

Se depender de Armstrong, o Yahoo compraria a AOL (até porque o Yahoo tem mais dinheiro que a AOL, cujos lucros vêm diminuindo ano após ano). Para o cargo de CEO do suposto Yahoo-AOL ficaria ele próprio, resolvendo de uma vez o pepino de quem vai comandar o Yahoo.

Caso as negociatas vão em frente, a fusão do Yahoo com a AOL criaria uma potência em audiência. Tanto o Yahoo como a AOL continuam líderes em número de páginas vistas e de visitantes únicos. Somando a audiência de ambos, daria para criar uma rede de publicidade complexa e cheia de oportunidades para os anunciantes.

Por outro lado, um negócio desse tipo exige que os gestores repensem as áreas em que Yahoo e AOL oferecem “sinergias”. Como bem lembra Erick Sconfeld no TechCrunch, enquanto o Yahoo-AOL estivesse focado em demitir pessoal e integrar as equipes restantes, seus principais concorrentes continuariam se distanciando. O pior pesadelo para os já cansados acionistas das duas empresas.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

RenatoJG
AOL, a campeã das fusões FAIL...
Fer
Yaowhoo!/Yaohoo! //O "w" combina mais que o "l", hehe!
Fer
Hellooo, a porr* da Google esta até por traz do arbusto do seu jardim ou em um anão de jardim! Aquela bost* deve estar ate na tua privada! Nunca vi uma vilã conseguir se espalhar tanto!
ricardo
Não vejo nenhuma das empresas como decadentes. O Yahoo!, por exemplo, é um dos maiores servidores de e-mail do planeta, e o AOL tem investido em jornalismo de qualidade nos Estados Unidos. Considero que a fusão iria evitar a morte das empresas e ainda estimular a competitividade no mercado de Internet.
@glileaks
Yol ficaria aceitável , mas axo q se o yahoo compra a Aol , a marca Aol some.
@glileaks
pro amigo acima: Mapquest é um serviço que preste , patch é um serviço que preste e o HuffingtonPost é um dos maiores sites/blog de noticias do planeta , tem + audiência que o nytime , vc acha q isso n presta? , daqui a pouco vou pensar que vc não saber ler , dai sim n vai lhe ter serventia
Marcelo
Putz, vai comprar uma empresa falindo porque? qual é a vantagem ? eles não tem nenhum serviço que presta...
vinnicius
yahooaol.com é registrado pela Melbourne IT e usa os servidores da própria AOL. aolyahoo.com foi registrado dia 15 de julho.
vinnicius
Só pra constar o domínio Yahoool.com está registrado no nome de Yahoo, Inc. desde 2004 então pode ser que o Yahoo desde esse tempo previa uma fusão com a AOL. Whois Record For YahooOl.com Registrant: Domain Administrator Yahoo! Inc. 701 First Avenue Sunnyvale CA 94089 US +1.4083493300 Fax: +1.4083493301 Domain Name: yahoool.com Registrar Name: Markmonitor.com Registrar Whois: whois.markmonitor.com Registrar Homepage: http://www.markmonitor.com Administrative Contact: Domain Administrator Yahoo! Inc. 701 First Avenue Sunnyvale CA 94089 US +1.4083493300 Fax: +1.4083493301 Technical Contact, Zone Contact: Domain Administrator Yahoo! Inc. 701 First Avenue Sunnyvale CA 94089 US +1.4083493300 Fax: +1.4083493301 Created on..............: 2004-12-10. Expires on..............: 2011-12-10. Record last updated on..: 2010-11-09. Domain servers in listed order: ns2.yahoo.com ns3.yahoo.com ns5.yahoo.com ns1.yahoo.com ns7.yahoo.com
@glileaks
Pelo que li a poucos tempo a Aol está seguindo o ramo de noticias e conteúdo editorial , se com a junção o Yahoo! seguir o mesmo caminho esperamos que o conteúdo do Yahoo! News seja melhor do que o qual vemos aqui no Brasil, que relativamente é péssimo e depende de agencias de notícias.
vinnicius
Ahm... vou encomendar meu CD da AOL!
Thiago Sabaia
Vamos ver se vai da certo né? Yahoo! caiu muito de uns tempos para cá, AOL muito mais.
Rafael
Upo seu comentário, mas com as palavras da Carol Bartz: a Google é só pesquisa. A Yahoo! não compete com a Google no sentido de que sem uma a outra tem monopólio. O Yahoo! é um portal de notícias dentre outras coisas, o que o Google não é. Eles realmente só competem na plataforma de publicidade e, deixa eu ver, no máximo no web-mail.
Fernando Mossmann
Isso na multiplicação, mas se for soma ou subtração, conserva o sinal do maior. Como nesse caso o maior é o Yahoo e ele já está em negativo: F*DEO!
@glileaks
Olha , falando sérío n vejo algo ruim entre a fusão , os brasileiros tem uma imagem extremamente ruim aqui no Brasil , o blah blah blah todos ja sabem dos CD's etc.Mas la fora a aol continua um grande empresa apesar dos seus dislizes ainda é um conglomerado de mídia renomado, apesar de vim falhando novamente tentando comprar todo e qualquer blog/site que faça sucesso , so n vejo como a Aol iria encaixar a "estrutura" do Yahoo! em sua marca, sem falar que o CEO da Aol não é la um grande inovador , oque fez a aol voltar a ativa nestes 2 anos foi a compra do Blog HuffingtonPost e a Arianna como Chefe de conteudo editorial de todos os sites da Aeria ,vejo essa compra um tanto preucupante , ja penso se as duas afundam ? o que será de nos ? so o google me desculpe, não quero monopolio, a melhor maneira seria vendelo a Newscorp ou a Microsoft
Exibir mais comentários