Respeitada entre o público que ainda prefere desfrutar de seus jogos em frente ao computador, a Razer — conhecida por produzir periféricos como mouses, teclados, joyticks e sistemas de som — anunciou nesta sexta-feira o lançamento de seu primeiro notebook.

Sob o mote de ser “o primeiro notebook do mundo verdadeiramente desenvolvido para games”, o modelo atende pelo invocado nome de Razer Blade e deverá chegar às prateleiras no “último trimestre de 2011” com espeficicações técnicas dignas de respeito.

Razer Blade: tela de 17 polegadas

Suas credenciais para fazer sucesso entre os fanáticos por jogos são sua tela tela de 17,3 polegadas com retroiluminação LED e resolução Full HD (1920×1080 pixels), processador Intel Core i7 de 2.8 GHz, 8 GB de memória RAM, placa de vídeo Nvidia Geforce GT 555 com 2GB de capacidade, webcam de alta definição integrada e disco rígido Sata HDD de 320 GB. Tudo isso comprimido num esbelto corpo de apenas 2,2 centímetros de altura e 3,1 quilos de peso.

Ao contrário dos notebooks convencionais, o touchpad do modelo está ao lado do teclado, “instalado” em uma tela sensível ao toque. A novidade é capaz de oferecer uma série de informações ao usuário, como itens coletados no jogo ou controles específicos.

“A parte mais difícil da criação deste notebook foi fazer algum fabricante a considerar montar nosso hardware”, afirmou Min-Liang Tan, CEO da Razer, ao site Ars Technica. “Mesmo depois que nós compramos uma fábrica, ninguém queria produzir certos componentes para nós. Compramos uma fabricante de componentes em Taiwan para termos controle de todos os aspectos de nosso projeto”, completou.

Forte, porém fininho

Infelizmente, tamanha dedicação ao resultado final se traduziu de maneira drástica no preço do Razer Blade. Segundo o fabricante, o aparelho será comercializado por salgados US$ 2.799 lá fora, o que dá uns R$ 4,5 mil por aqui.

Ainda que em um primeiro momento pareça ser um preço camarada, ele pode mais do que dobrar se essa máquina for vendida por aqui. Só para comparar, nos EUA um Macbook Pro de 17 polegadas sai por US$ 2.499 e chega aqui por R$ 9.199.

Já os que acharam caro podem, sei lá, comprar um PS3 ou Xbox 360.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

John
Perfeito não é. Quero ver você utilizar um mouse para jogar FPS, por exemplo, e tentar apertar aquelas teclas em cima do LCD. Ficaram muito mal posicionadas, só é prático apertá-las se você está jogando no touchpad (ou seja lá o nome disso nesse note), ou seja, em algum jogo que não requer muita precisão ou velocidade de movimentos.
thiaugpr
Notebook bem diferente(touchpad foda :D), mas da pra encontrar melhores por preços mais baixos... PS: Alguém sabe que jogo é aquele na tela do notebook, me pareceu tão divertido :o
@thiagoleite
Exatamente o que eu fiz.
Leandro
É justamente o que faço aqui em casa! Acho notebooks desconfortáveis até pra tarefas mais comuns, pra jogos então deve ser um martírio! Nada - eu disse NADA - substitui um desktop parrudo ligado à uma grande TV de alta definição.
@bestknighter
Malditas taxas! Mal consigo ver seus movimentos!
Yangm
Mimimi Apple. Pra mim o que importa é hardware. Gosta dos detalhes da Apple? Faça hackintosh.
Yangm
Pelo preço é feito de ouro.
@paulohiit
Quem entender isso é viciado :/
Ramon Melo
O problema é o preço: ambos os notebooks estão na mesma faixa de preço. Se eu posso ter um top de linha, por que eu compraria um Macbook Pro?
Ramon Melo
Estava falando do Pro mesmo. O abismo entre os dois está diante dos seus olhos, é só abri-los que você verá.
@brunogdb
Para um notebook desses, até 21 polegadas ia!
Caio Furtado
PERFEITO! *-*
Turdin
E deve ter ( pelo menos se espera ) uma puta bateria pra aguentar umas 2h-3h de jogo =D
@EmanuelSchott
Se for pra ter um notebook caro desses com 17" (o que o imobiliza) só pra jogar, prefiro um desktop com uma TV como monitor...
@EmanuelSchott
E mais péssimas e caras condições de Banda Larga e transporte brasileiras.
Exibir mais comentários