Início / Arquivos / Celular /

HP testou WebOS até em iPad antes de matá-lo

João Brunelli Moreno

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Antes de repentinamente jogar uma pá de cal sobre o WebOS e matar o recém-lançado tablet Touchpad — e alguns smartphones que jamais serão vistos nas prateleiras —, a HP tinha uma série de planos para sua plataforma móvel, herdada da compra da ex-gigante Palm em abril de 2010.

Além de planos de licenciar o programa para outros fabricantes (o que, francamente, não irá acontecer) e começar a embarcá-lo em automóveis e até mesmo equipamentos de cozinha, a divisão de desenvolvimento de hardwares da HP se preparava para criar uma versão mais potente do tablet Touchpad.

Em seus parcos 49 dias nas lojas — um a mais que os Microsoft Kin, último grande fiasco do mundo da tecnologia — uma das críticas únicas críticas ao aparelho foi seu desempenho, que ficava aquém das expectativas do mercado.

HP Touchpad: RIP

E para conferir o potencial do programa em hardwares mais parrudos, a HP chegou a instalar o WebOS em um Apple iPad. O resultado é que o SO rodou duas vezes mais rápido embarcado no hardware rival do que no próprio Touchpad.

“Quando a HP anunciou a compra da Palm [em 2010], o hardware do Touchpad já estava pronto para chegar às lojas. Basicamente, o tablet era um hardware de dois anos adaptado para rodar o WebOS com uma interface adaptada para slates”, afirma o site The Next Web.

Além disso, rumores apontam que a HP também estava pronta para mostrar uma versão de 7 polegadas do Touchpad, que se chamaria Touchpad Go, enquanto seu irmão mais velho seria remodelado nos próximos meses, recebendo uma tela de alta definição e um novo chassi construído em metal.