Os bolos que a Mozilla recebe de presente da equipe responsável pelo desenvolvimento do Internet Explorer pelo lançamento de cada nova versão do Firefox estão correndo sério risco de acabar, e a culpa nem é da Microsoft.

De acordo com informações dadas ao site Inquirer, as próximas gerações do navegador da raposa poderão abandonar os números das versões exibidos em seu menu “sobre” por sugestão de Asa Dotzler, diretor de produto da Mozilla.

“Tem havido alguma discussão a respeito de removermos os números das versões do Firefox. (…) Nossa meta é evitar confusões e nos certificarmos de que os usuários sempre estejam usando a última versão de nosso software. Essa é uma meta a longo prazo que não acontecerá do dia para a noite”, completou.

"Sobre o Mozilla Firefox" apresenta a versão instalada do navegador

No futuro, os tais números só estariam disponíveis em locais específicos a desenvolvedores. O Firefox 6, até o momento a mais recente versão do navegador, foi lançada oficialmente nesta terça-feira e sua próxima geração deverá dar as caras na rede em 6 semanas.

Thunderbird 6

Falando em Mozilla, sem fazer muito barulho o cliente de e-mails Thunderbird 6 chegou nesta quarta-feira. De acordo com sua empresa-mãe, suas principais novidades são melhorias de velocidade, segurança e estabilidade. Os usuários do Windows 7 também têm a sua disposição um tema melhor integrado ao sistema operacional e recursos aprimorados de importação de mensagens do Outlook.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael
http://www.favbrowser.com/
@yagogabriell
Na minha opinião.. sou muito louco por versões novas.. eu acharia um caos.. kkk'
Flavio
O número das versões são boas para indicar ao usuário se o programa é recente ou não. Não acho relevante essa preocupação da Mozilla.
@felipeautran
Eu acho que só funcionaria se fosse com a certeza de que todos estariam usando a última versão. É aquela vantagem que o Google tanto adora nos Web Apps, não tem número da versão, ela vai se atualizando o tempo todo e você vai estar sempre usando a mais recente. Quanto aos usuários leigos, será que eles realmente sabem e se importam com qual versão do navegador usam? Acredito que pra maioria o que vale é se tá funcionando. Mas realmente, quando ele tivesse algum problema isso poderia piorar as coisas. É esperar pra ver.
@brunogdb
Mozilla, para de me fazer uma confusão mental!
@dmextremme
Uso o ubuntu, só reparo que trocou a versão pelo menu. E os meus icones não trocam como afirmou uma outra matéria, acho isso desnecessário, não vejo problema algum na apresentação da versão, alias, vejo sim problemas com a retirada, afinal quando você ligar por banco e o cara perguntar qual é a versão do firefox que você usa, vai dizer o que? "Ah, é a do icone azul!", o cara no mínimo vai perguntar se você não está confundindo com o Internet Explorer!!! Não entendo pra que mexer no desnecessário, putz.
Thyago
Eu acho que isso é porque a equipe está fazendo dieta.
Fábio
A versão tem que ser mostrada no sobre, independente do usuário ser um usuário comum ou um desenvolvedor.
@AntonioVeras
Por isso eu gosto deste blog.
Jimmy
Acho mais interessante que as versões sejam tratadas pelo ano em que são lançadas... assim teríamos um padrão "Chrome 2011", Firefox 2011", "IE 20..." facilitaria até a comparação entre os navegadores. E caso houvesse uma nova versão de grande impacto no decorrer do ano, poderia ser colocado um número adicional após (2011.2) ou letra/nome que melhor indentificasse a mudança.
Fernando Mossmann
@Gb O Chrome não muda o número inicial a cada atualização. Ex.: Agora esto usando o "15.0.849.0 (Versão do desenvolvedor 96325 Linux) Ubuntu 11.04", antes de ele mudar de 15 para 16, virão várias atualizações (ficando 15.0.xxx, esses X's que irão mudar, até mudar de 15 para 16), diferente do que a Mozilla está fazendo com o Firefox, que a cada atualização muda o número inicial da versão.
Croata
Felipe , sim concordo ! e entendo que exista as atualizações automaticas , é que já por motivos desconhecidos por mim , o meu não atualizou sozinho e mesmo fazendo o pedido lá. Bom , meu pensamento e nos mais leigos
@felipeautran
Mas acredito que seria como o Chrome. Não tem esse perigo porque o usuário estaria sempre usando a versão mais recente.
@felipeautran
@Turdin Não tive nenhum problema de compatibilidade de extensão com as versões 5 e 6. Acho que o Chrome não tinha esse problema exatamente porque as mudanças de uma versão para a outra são praticamente imperceptíveis. Como o Firefox agora foi na mesma onda...
Croata
Ta beleza vai tirar os numeros e ai o usuario leigo, intermediario vai saber como se ele ta usando a versão nova ? do 5 para o 6 por exemplo não mudou visual nenhum , não me lembro do 4 pro 5 , então posso usar o 5 achando q é 6 complicado e errado o pensamento do amigo ai em !! não acho muito logico !
Exibir mais comentários