Início / Arquivos / Aplicativos e Software /

Microsoft não vê mais Linux como um concorrente em desktops

Paulo Graveheart

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

De tempos em tempos a Microsoft precisa apresentar ao mercado diversos relatórios com informações relevantes para investidores, clientes e parceiros. E uma dessas informações é justamente uma lista dos principais concorrentes em cada área de negócios. O último relatório entregue por eles teve certas menções ao Linux removidas. Uma mudança de visão ou um erro sério ao menosprezar o “inimigo”?

A mudança no relatório, vista na imagem abaixo, está gerando muita discussão justamente pela troca de concorrentes. Antes na lista constavam os nomes da Apple, do Google e o sistema operacional Linux, e agora mudou para “principalmente Apple e Google”. A menção a Linux e ao software livre foi removida.

A mudança do relatório entre o ano passado e esse ano. Menções a Linux removidas

Há muito o que se discutir nessa mudança, mas não podemos deixar de notar algo interessante: o Google ainda é visto como um concorrente. Agora, o ChromeOS que o Google vem desenvolvendo não é essencialmente… um sistema operacional Linux? A Microsoft não estaria menosprezando um player em potencial que pode aparecer a qualquer momento em uma oferta de um concorrente? Ou será que a empresa está planejando diversas mudanças e até mesmo pretende agir mais próxima à comunidade de software livre? Por enquanto são apenas especulações.

De qualquer forma, o Linux ainda é citado em outras seções do documento. No que diz respeito a servidores e sistemas embarcados a Microsoft ainda encara o Linux como concorrente.

Com informações: Business Insider.