A Comissão Federal de Telecomunicações dos Estados Unidos anunciou na última quarta-feira (10) um plano de atualizar a tecnologia que os cidadãos usam para acionar serviços de emergência, como polícia ou bombeiros.

O plano, chamado de Next Generation 911 (Próxima Geração do 911) — ou NG911 para os íntimos — deverá permitir que os serviços de emergência sejam acionados a partir do envio de mensagens de texto, fotos e vídeos, além de ser capaz de reconhecer códigos de geolocalização. O plano de seus criadores é aumentar a quantidade de opções à disposição dos indivíduos para contatar as autoridades em situações de risco.

Ainda em seus primeiros passos, o NG911 ainda tem um longo caminho a percorrer, incluindo o desenvolvimento de seus mecanismos de localização, sistema de envio de conteúdo, implantação de normas, desenvolvimento de estrutura e, principalmente – levantar o dinheiro para que tudo isso se torne realidade.

Mais | Polícia de São Paulo recebe denúncias via Twitter e Facebook

Os planos de desenvolver tecnologias que permitam novas maneiras de se acionar serviços de emergência estão em gestação “desde o ano passado”, e foram motivados pelo trágico massacre da Virginia Tech, em que os estudantes não podiam acionar a polícia via texto enquanto se escondiam do atirador Cho Seung-hui.

Com informações Mashable, The Hill.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@brunogdb
Se você leu o texto pode ver que a gente tem um método parecido.
luvialca
Taí um país de verdade...