Ainda que o Android e iPhone tenham tido um efeito devastador nos resultados da canadense RIM (Research In Motion) nos últimos tempos, a fabricante de aparelhos BlackBerry parece estar decidida a dar a volta por cima – ou pelo menos, morrer lutando. Nesta quarta-feira a empresa anunciou o lançamento de dois novos modelos do BlackBerry Torch e um novo modelo de BlackBerry Bold.

Todos os modelos são equipados com um processador que roda a 1,2 GHz. Ele é utilizado para dar vida à mais nova versão do sistema operacional da empresa, o BlackBerry OS 7 (BBOS 7).

O Bold 9900/9930 é “o mais fino já produzido pela empresa”, com seu corpo de alúminio exibindo uma silhueta de apenas 10,5 mm de espessura com razoáveis 130g de peso. O modelo exibe o desenho clássico dos smartphones da marca, com um grande teclado físico ocupando parte de sua frente e tem 8 GB de capacidade de armazenamento.

BlackBerry Torch 9850 e 9860

O Torch 9810 é um aparelho com tela de 3,7 polegadas sensível ao toque com resolução de de 640×480 pixels com direito a um teclado deslizante na vertical. O aparelho também tem câmera de 5 megapixels capaz de realizar filmagens em 720p e deverá chegar às lojas dos EUA ainda este mês.

Por sua vez, os Torch 9850 e 9860 (que são o mesmo aparelho; a diferença entre os números serve para indicar que eles funcionam em redes diferentes) dispensam teclados físicos e têm basicamente as mesmas especificações do 9810, com direito a extras como sensor de GPS e bússola digital.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

JJota
Onde que vc visualiza crescimento na Rim? Eles estã definhando.
e.ricardo
gostei :) quero 1
Caio Furtado
HAHAHAHAHAHAHA
Turdin
Senti uma ironia? =p
Guilherme Mac
Daí a RIM vira mais uma no mercado. Ele cresce (venda) cada dia mais pq tem um diferencial.
Emmanuel Fotógrafo
640×480, filmagens em 720p e tela de 3,7 polegadas. WOW!!!
@michelblopes
Não vejo a RIM morta. Acredito em uma mudança drástica, como a desistência de manter seu OS e partir para um desses sistemas da moda.
Guilherme Mac
Pra quem está falando da RIM, olhem que curioso: "O paradoxo Blackberry: vendas em alta, ações em baixa". http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/0996/noticias/o-paradoxo-blackberry
Yangm
Pior que morrer é morrer agonizando no chão com poucas pessoas se importando.
Tio Z
E faltou o que importa, quantas lascas por eles.
Alexandre
Puxa, acho que eh meio paleativo. Eh triste ver a RIM indo pro mesmo caminho da nokia, mas com poder de reacao taao lento.
@matmafra
This is sooo 2008.
Pedro
Too little too late
@felipevielmo
blé