Início » Arquivos » Brasil » Netflix brasileira terá séries Dexter e Californication da rede americana CBS

Netflix brasileira terá séries Dexter e Californication da rede americana CBS

Avatar Por

Certa vez eu perguntei na minha conta no Twitter o quanto meus seguidores estariam dispostos a pagar para ter acesso em tempo real a canais como ABC, CBS e NBC – as três grandes redes dos Estados Unidos. Muita gente se mostrou favorável à cobrança para assistir junto com os americanos aos novos episódios de séries. Pode ser que, num futuro próximo, isso não seja mais necessário. A Netflix está dando apenas o primeiro passo rumo a esse futuro.

A companhia anunciou nessa semana ter fechado um acordo de distribuição de conteúdo com a CBS. Na prática, isso quer dizer que assinantes do serviço de streaming terão acesso à programação da norte-americana no Canadá e na América Latina. Isso inclui o nosso amado Brasil, logicamente. Produções do porte de Dexter e Californication poderão ser assistidas por aqui sem a necessidade (e boa vontade) de um canal de televisão por assinatura.

Por enquanto, o que se sabe é que o acordo entre Netflix e CBS vale para todos os 43 países nos quais a Netflix vai oferecer seus serviços em breve – Brasil incluso. A previsão é que o streaming despontasse por aqui em julho nos televisores inteligentes da LG, mas parece que o prazo não será cumprido.

Californication: episódios antigos na Netflix

Esse é apenas um passo porque a programação disponibilizada para os clientes latinos e canadenses não será a mesma que passa nos EUA. Digamos que a nova temporada de Dexter tenha estreado na terra do Tio Sam. No resto das Américas, a Netflix vai dar a opção de assistir aos episódios de todas as temporadas anteriores, menos a que está no ar. Ficamos, pois, com uma janela de um ano entre o que é assistido nos Estados Unidos e o que passa aqui.

No entanto, não pense que estamos tão mal na fita. A CBS não libera os episódios atuais de seus seriados para nenhum serviço de distribuição de conteúdo online – seja Amazon, CBS ou Hulu.

A mexicana Televisa também fechou contrato com a Netflix. Seus tão conhecidos dramalhões serão disponibilizados no serviço depois de 1 ano de terem ido ao ar no México. O acordo fala em nada menos que 3 mil horas de programação por ano disponibilizadas na Netflix. Resta saber o que o Silvio Santos, desde sempre o detentor dos direitos de novelas da Televisa para o Brasil, tem a dizer sobre o assunto.

Mais | Entenda a restrição de acesso a vídeos da Copa do Mundo no Globo Esporte

Recentemente a Netflix mudou sua forma de cobrar pelo streaming nos Estados Unidos. O serviço de downloads custa US$ 7,99 (equivalente a R$ 12,40). Clientes que queiram o aluguel de DVDs pagam a partir de US$ 7,99 para ter direito a um disco em casa (por tempo indeterminado). Antes da mudança, o plano universal com DVD e streaming custava US$ 9,99 (equivalente a R$ 15,50). Os americanos criticam a alteração nos preços e dizem que o streaming não vale à pena pois se resume a conteúdo essencialmente antigo.

Com informações: Los Angeles Times, Reuters.com, Fox News Latino

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas
E 4 anos depois Californication nem está mais no Netflix =(
Caio Furtado
delay.
@leocadio
streaming com atraso? qual o objetivo?
@AntonioVeras
Legendas "alternativas" são sempre as melhores. Desde que você saiba português e veja que aquilo que o cara escreveu é erro mesmo.
@luisdpaula
No caso seria legendado???ñ sei como funciona...(Cadê a Ajuda dos universitários??)
@luisdpaula
Nunca entendi muito bem esse negócio de uma produzir,outra distribuir ou reproduzir,meu negócio mesmo é assistir. Mesmo assim,valeu pelo esclarecimento :D
Ramon Melo
O AXN liberou o último episódio de Lost com apenas 3 dias de atraso. Pena que a legenda oficial deixa a desejar, prefiro ver o original ou o legendado "alternativo" mesmo.
Rodrigo
Atualmente, um episódio de uma série de sucesso estréia nos USA e no dia seguinte já está com centenas de seeders. No torrent mais próximo de você! :-) Prevendo isso, a TNT libera Falling Skies com apenas uma semana de delay pra nós (o tempo de legendar, provavelmente). Terranova, da Fox, vem pelo mesmo caminho. Ficar segurando conteúdo por um ano significa quebrar as pernas de qualquer parceiro de distribuição de conteúdo.
Arthur V.*
CSI é produzida pela CBS, fato. (os direitos internacionais eram da Alliance Atlantis, hoje são da CBS, que já tinha os direitos nos EUA) já Two and a Half Men é exibida pela CBS mas produzida pela Warner Bros. Californication e Dexter são do canal Showtime, que faz parte da CBS.
Arthur V.*
acho que o FX (Dexter) e o I.Sat (Californication) ainda vão passar essas séries primeiro.
Turdin
Pirate Bay? Justin.tv? Hahaha
Thássius Veloso
Felipe, o acordo diz respeito apenas à Netflix e à CBS.
@felipevielmo
thassius, vc não falou sobre as outras emissoras americanas, a ABC e NBC usarão o mesmo sistema de distribuição de seus respectivos conteúdos?
Theus
Quero ver filmes, em primeiro lugar. Vamos ver quanto a Netflix vai cobrar. Porque se não, o brazuca NetMovies tá ai como opção.
Thássius Veloso
É uma opção tentadora, não?
Exibir mais comentários