Um casal chinês foi detido pela polícia na semana passada acusado de vender três filhos para manter seu vício em jogos online, informa o jornal local Sanxiang City. As informações dão conta de que Li Lin e Li Juan, “ambos com menos de 21 anos de idade” venderam sua primeira filha em 2009 pelo equivalente a US$ 750 para manter seu vício nos MMORPG que jogavam.

O dinheiro foi torrado em lan houses da região em bem pouco tempo, segundo o jornal. Como o “valor de mercado” das meninas é muito baixo, no ano seguinte eles tiveram outros dois filhos, ambos meninos, e os venderam pelo equivalente a R$ 7 mil cada.

Típica lan house na China com WoW ao fundo | Crédito: chinesegary

O casal só foi preso depois que a mãe do rapaz descobriu a prática e denunciou a dupla às autoridades. Ao se depararem com a pesada mão da lei, ambos alegaram que não sabiam que vender os filhos para manter um vício era uma prática ilegal, e foram devidamente encaminhados ao xilindró.

O primeiro filho do casal nasceu um ano depois que eles se conheceram, em 2008. Dias depois do parto a criança foi abandonada “por diversas horas” enquanto seus pais foram jogar em um cyber café a 30km de distância. Ao serem perguntados se sentiam falta dos filhos, o casal apenas respondeu que “não queria criá-los, mas apenas vendê-los para conseguir algum dinheiro”.

Em uma notícia similar que ganhou atenção da internet no mês passado, um estudante chinês teria vendido o rim para comprar um iPad 2.

Com informações: ABC News. Imagem sob licença CC do usuário chinesegary no Flickr.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Guest
Eu acho q uma pessoa q vende um rim pra uma coisa dessas não só tem sérios problemas de vício etc como ainda por cima é burra. Já q o ruim tem um valor enorme e ele vende o orgão pra comprar um gadget q em 1 ano vai ser ultrapassado e ele já sendo como é vai querer o seguinte. E aí, vai vender o outro rim? rs
Caio Furtado
Imigrante, turista, etc
Caio Furtado
Muito bem apontado, se é ilegal, eles venderam pra quem?
Caio Furtado
Credo.
Caio Furtado
Vender os filhos em troca de horas na Lan House? Oo
Caio Furtado
Provavelmente Grand Chase. :P
Caio Furtado
Exato!
@senna_4ever
Engraçado que só tá dando chines nesses casos...
@catmckagan
"Em uma notícia similar que ganhou atenção da internet no mês passado, um estudante chinês teria vendido o rim para comprar um iPad 2." Já viu alguém vender rim pra comprar um PC com Windows 7? Muita mídia, muito alarde, status...triste isso =/
Diones Reis
Achei engraçado a foto com a legenda "Típica Lan House na China", e uma loirinha ali na foto em primeiro plano. :-D
Murdock
Eu fiquei pensando como arrumaram tempo para fazer filhos com tanto vício em games. Será que fizeram de caso pensado??? :O
ricardo
Vender os filhos não tem perdão, seja qual for o motivo. No entanto, já li casos (no Brasil) em que a mãe vendeu o filho para sustentar o vício de crack, o que não é menos grave. É preciso combater todos os vícios da humanidade, pois eles corroem até mesmo os instintos maternais. Lamentável.
Gustavo Rodrigues
Sinto nojo de um pessoal que faz algo desse tipo. Jogar videogame, de fato é maravilhoso, super relaxante e algo muito prazeroso, mas quando vira vício ai é hora de dá um tempo. OU melhor, quando qualquer coisa vira vicio já não presta, e você tem que dá um tempo. Um pessoal desse pra mim deveria ser preso e exilado, afinal, eles nem tem vida social mesmo, nem vão sentir falta. Povo estupido, e ainda me vem falar que não sabia que era crime e não sei mais o que.
Enioh
Na China, em virtude da superpopulação, só é permitida a criação de um único filho.
@xrenan
Ahn... oi?!
Exibir mais comentários