Lembra que ontem eu postei por aqui sobre o Smart Case, uma capinha protetora para o Samsung Galaxy Tab que lembra e muito a Smart Cover do iPad? A Samsung emitiu um comunicado no qual diz que não certificou nem autorizou a venda do produto, que é fabricado pela firma (também coreana) Anymode. Eles dizem que nenhuma unidade do produto foi vendida.

Smart Case: proibido

A Samsung explica que, de fato, ela verifica os produtos que vão receber a certificação de que funcionam com seus equipamentos. Quem entrou na página do Smart Case bem viu que lá estava o tal selo, mas a companhia diz que não autorizou esse produto em específico.

Como prática usual, a Samsung Electronics avalia e aprova todos os acessórios produzidos por parceiros antes que lhes seja dado o selo “Designed for Samsung Mobile”. Nesse caso, a aprovação não foi dada à Anymode para que o acessório apresentasse a designação oficial.

Tendo em vista que o assunto causou polêmica em diversos sites que discutem informática, pode ser que a Samsung tenha usado a Anymode de bode expiatório para não assumir qualquer culpa sobre a autorização para vender o Smart Case. Ou pode ser que a gigante coreana não soubesse do assunto até se ver no meio de uma baita confusão digna de chamada da Sessão da Tarde.

A Samsung agiu rápido. Talvez para evitar uma ação judicial possivelmente litigiosa que a Apple prometeu mover contra a companhia. Enquanto isso, ficamos sem saber o que vai ser feito do Smart Case. A coreana diz que está discutindo o assunto com a Anymode. Entretanto, algo me diz que nunca mais veremos o produto disponível para venda de forma oficial – para azar dos proprietários do Galaxy Tab 10,1″.

Com informações: The Next Web