Início » Arquivos » Internet » O seu e-book vai desaparecer em 30 dias

O seu e-book vai desaparecer em 30 dias

Livros da Amazon poderão ser alugados. A leitura é garantida em dispositivos como iPhone, iPad e smartphones rodando Google Android.

Avatar Por

A Amazon apresentou uma nova modalidade de utilização dos livros presentes em sua loja virtual. Em vez de comprar uma publicação e ficar com ela para sempre (a menos que o livro seja apagado sem explicação, como já aconteceu antes), os consumidores têm a opção de apenas alugar as publicações por um determinado período de tempo.

O aluguel de livros-texto chega tarde, visto que a Amazon está nesse mercado há vários anos. Ainda assim, já pode ser desfrutado por estudantes que estão voltando às aulas nos Estados Unidos.

De acordo com informações fornecidas pela Amazon, o usuário tem que permanecer com o livro-texto por pelo menos 30 dias. Fica a critério dele renovar o aluguel a cada dia, desde que, no total, o período de aluguel não ultrapasse 360 dias – até porque, para ficar por mais de um ano com uma dada publicação, é mais fácil comprá-la de vez, não? Eu entendo dessa forma.

Haverá economia de até 80% no valor pago pelos livros, dependendo do tempo de aluguel. Excelente para estudantes, que costumam viver no aperto durante os anos de faculdade. E mais excelente (!) ainda para os estudantes americanos, que ainda enfrentam dificuldades advindas da crise de dois anos atrás.

Quem ganha com essa história é o Kindle, o leitor de e-books. Ele deve se beneficiar e ficar mais atraente para os usuários. De qualquer forma, os livros alugados também poderão ser lidos em todos os apps do Kindle para vários dispositivos, incluindo Android, iPhone e iPad.

As anotações feitas nos livros-texto passam por sincronização via Whispersync, tecnologia proprietária da Amazon. Caso o leitor volte a alugar o livro ou o compre de vez, elas voltam a aparecer no texto, sem precisar fazer nada para ter acesso a esse recurso.

A Amazon disponibilizou uma ferramenta para verificar os livros-texto disponíveis em caráter de aluguel. Pela mesma ferramenta também para saber quanto custa ficar com as publicações dependendo do período contratado.

Com informações: MSNBC

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@danielneves
Entendi :)
Thiago Calazans
Conceito legal, tava eu na biblioteca de onde estudo, lá os alunos podem pegar um livro por um período de tempo e com limite de quantos livros pegar por mês, e acabei pensando num futuro (tomara não tão distante) em que podemos usar os leitores de e-books com apps que tem os nossos dados, pra pegar os livros na biblioteca. Exemplo: você precisa pegar um livro que fale sobre Java, então você leva seu Kindle pro responsável da biblioteca e pede o e-book que você precisa, ele vai pegar os seus dados por wi-fi pra saber se você pode pegar livros, e efetua o empréstimo, o e-book vai pro seu Kindle, e mostra o tempo que pode ficar. A vantagem desse é que pode ser grátis, é só trazendo o conceito de pegar emprestado os livros da biblioteca de onde estuda, só que pros leitores de e-books, e o bom é que também não existe problema de estoque (várias pessoas podem passar o mesmo livro para os seus leitores de e-books, já que nunca acaba).
Anderson Costa
a amazon já tem alguns títulos em português. procure por "portuguese" que você acha alguns, principalmente de domínio público.
Cyber Ramses
Gostei do conceito, se vier com preços menores vale a pena. E sobre o fato de livros apagados, a ironia é com quais livros isso ocorreu: "1984" e "A Revolução dos Bichos".
Alexandre
Legal o conceito, parecido com aluguel de filmes. Se isso signifcar tambem uma reducao de preços, tao melhor.
@andrelop
Também gostaria de saber. Estou prestes a adquirir um e-book reader e, aparentemente, fora as grandes livrarias online (Amazon & CIA), não tem muito conteúdo relativamente atual em português.
@clovispedreira
Aproveitando, alguém pode indicar um bom lugar pra adquirir ebooks em português? As principais lojas brasileiras parecem ter um acervo minúsculo...
Daniel
Essa não deixa de ser uma idéia interessante. Vamos esperar para ver se isso terá um bom êxito.
@pri_barros
E pra WP7 idem...
@diegonei
"Android, iPhone e iPad" e BlackBerry né...
Thássius Veloso
Daniel, não tem uma tabela fechada para isso. A ferramenta para simulação serve justamente para ajudar nessa questão.
@danielneves
Só faltou no texto dizer por quanto será o aluguel.. tipo um livro que custa $40, seria quanto pra ficar por 30 dias?
Thássius Veloso
Seria. O texto foi corrigido; obrigado.
xrenan
Muito boa ideia... nada inovadora, mas boa. "Kindle, o leitor de e-reader" não seria de e-books?