Início / Arquivos / Celular /

Rastrear iPhones rendeu multa inacreditável para Apple na Coreia

João Brunelli Moreno

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Indignado com a denúncia de que a Apple se utilizava de diversos recursos do iPhone para rastrear a movimentação de seus usuários, um advogado coreano chamado Kim Hyung-suk resolveu acionar a justiça local para fazer valer seus direitos como cidadão e consumidor do telefone da maçã. Depois de uma longa batalha nos tribunais iniciada no último mês de maio, Hyung-suk saiu vitorioso com uma indenização no valor de 1 milhão de wons (moeda local), fortuna que o permitirá ter uma vida de exageros comprar um outro iPhone. E talvez um iPad.

Olha, tem até mapa

Pela cotação de hoje, tal soma representaria exatos R$ 1.489,94. Por lá o iPad custa o equivalente a 600 mil wons, ou R$895. Já desbloqueado, o iPhone pode sair por 500 mil wons, ou R$ 740, mas pode sair até de graça dependendo do plano escolhido.

O veredicto foi dado na última quinta-feira pelo tribunal da cidade de Changwon e de acordo com a rede de notícias Reuters o juiz responsável pelo caso não quis comentar sua decisão.

Como era de se esperar, a vítima não ficou muito feliz com os valores envolvidos e agora se prepara para entrar com um processo em conjunto contra a Apple por inadvertidamente coletar dados confidenciais dos usuários de seu todo poderoso smartphone. Para isso, ele criou um site específico para coletar assinaturas para ação, o sueapple.co.kr, que até chegou a ficar algumas horas fora do ar por conta do excesso de tráfego.