Início / Arquivos / Aplicativos e Software /

Palm morre de vez

HP cria divisão exclusiva para desenvolver a plataforma webOS

João Brunelli Moreno

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Grande responsável pela popularização dos dispositivos de mão no fim dos anos 90 e começo da década de 2010, a Palm deixará de existir.

Já era

Comprada pela gigante HP em abril de 2010 pela bagatela de US$ 1,2 bilhão, a empresa terá sua marca extinta e seu nome sairá de cena do mercado, mas para o consolo dos velhos entusiastas seu legado irá sobreviver graças a recém criada webOS Global Business Unit, divisão responsável pelo desenvolvimento do sistema operacional que dava vida aos aparelhos da finada empresa e que ainda têm um grande futuro pela frente.

“É basicamente um renomeio e uma reestruturação”, afirmou um porta-voz da HP. O anúncio aconteceu 10 dias após o lançamento oficial do HP Touchpad, primeiro aparelho da gigante dos computadores desenvolvido para seu novo software.

Jon Rubinstein, antigo presidente da Palm e que tem em seu currículo o lançamento do iPod, será transferido para o cargo de “vice-presidente de inovação” (?) e o comando da nova área ficará sob a responsabilidade de Stephen DeWitt, até hoje vice-presidente da divisão de computadores pessoais da HP. “Sou um líder agressivo por natureza e nossa missão trata-se de conquistar mercados” afirmou ao site VentureBeat.

Ainda não se sabe quais serão os próximos passos que a HP deverá dar para alavancar a popularidade de seu webOS, mas rumores apontam que a companhia estuda a possibilidade de licenciá-lo para “empresas selecionadas”.