Melhor do que um rumor por dia, só mesmo dois rumores por dia. Lê-se por aí que a Apple planeja lançar o iPhone 5 já em setembro, com direito a uma encomenda inicial de 15 milhões de unidades. A mesma Apple também estaria planejando um novo MacBook Air, que teria entre seus componentes uma memória flash super-rápida.

Conceito do iPhone 5 criado pelo designer Roman Vladimir Sima (reprodução)

Primeiro, falemos do iPhone. O The Next Web afirma, amparando-se por informações do jornal Digitimes, que a Apple teria encomendado 15 milhões de unidades da próxima geração do iPhone para a fabricante taiwanesa Petagron Technology. Ainda não há nada confirmado (claro), mas reza a lenda que o smartphone da maçã vai se chamar iPhone 4S ou iPhone 5. Vai depender do humor de Steve Jobs no dia do anúncio, creio eu.

O MacBook Air também estaria na mesa de design da Apple. A principal mudança no notebook superleve seria a troca da memória flash, atualmente baseada na tecnologia Blade X-Gale, pelo módulo de memória conhecido como Toggle DDR 2.0. O último consegue transferir dados a uma velocidade de 400 Mbps — e todo mundo sabe que a velocidade do SSD é um dos principais motivos para comprar um notebook desse tipo, que custa razoavelmente mais caro que um laptop convencional com disco rígido.

Com tantos rumores, a pergunta que mais frequentemente me vem à mente é se a Apple perdeu a capacidade de realmente inovar. Ora, os avanços, pelo que indicam os rumores, parecem ser tecnológicos. Mas não é somente a tecnologia de ponta que garante um produto “revolucionário” — não sozinha, pelo menos. Acho que estamos precisados de um “One More Thing” com substância.

Com informações: Apple Insider, Blog do iPhone. Imagem: Flickr.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thiago Sabaia
é mesmo.
@brunogdb
Apple iPhone 5 Janela Edition
@brunogdb
Mas o home button é o que diz que é iPhone D:.
Dora
Posso até estar enganada mas a meu ver a Apple não tem muito que se preocupar em sempre lançar produtos revolucionários pois se com apenas algumas mudanças, incluindo um simples número ou letra no nome do aparelho, ela já consegue fazer com que uma legião de applemaníacos corra para trocar seu celular antigo pelo "novo". Talvez ele até já tenha esse produto revolucionário em mãos mas vai colocar no mercado agora pra quê? Se com qualquer coisinha a mais já vai ter gente madrugando da fila para comprar.E como disse Gabriel Oliva "Só acho que ainda ta muito cedo pra apple (segundo as palavras de Jobs) “mudar tudo denovo”."
Gaba
Nossa... viajou hahaha... muitas vezes já vi o Thássius elogiando a Apple. Nada mais justo do que apenas escrever o que apenas parece estar acontecendo! Ele é jornalista horas!
Filipe A.
Pois é, a Apple revolucionou o mercado ano passado com o iPad, o iPhone 4 ainda é um dos melhores smartphones do mundo...essa mudança pequena já aconteceu entre o modelo 3G e 3GS, e foi muito bem vinda. Inovando ou não, a Apple ainda está á pelo menos 2 anos a frente da concorrência.
Gabriel
hahahahaha eu ia comentar a mesma coisa! Esse Roman parece que pretendia trollar a Apple, com tanta coisa para refletir... hahahahahaha
Gabriel Oliva
Discordo. O iPod e o MBA inovou sim, oras. Remodelamento de iGadget ou upgrade de hardware é inovação, não? Não é uma revolução, mas inovação, claro que é. A Apple faz revoluções? Claro que faz. Periodicamente? Não. Em 84, eles lançaram o Macintosh; 17 anos depois, logo após uma crise em que a Apple foi quase à falência, eles lançaram o iPod, veja só; 2 anos depois, a iTunes Store que é o que é hoje; 5 anos depois, o iPhone e, ano passado, o iPad. Ou seja, 27 anos com 5 revoluções, IMO. Só acho que ainda ta muito cedo pra apple (segundo as palavras de Jobs) "mudar tudo denovo".
Thássius Veloso
Do meu ponto de vista, faz tempo que o iPod não passa por grande inovação. O mesmo vale para o Air. De qualquer forma, os consumidores da Apple não esperam que a companhia simplesmente inove, mas sim que revolucione. Claro que isso está cada vez mais difícil.
Caio Furtado
HAHAHAHAHAHAHA PUTZ SÓ FUI NOTAR AGORA!
@Fedias
E aquele logo do windows no 'reflexo' alguém explica?
aislan
Apple a sensação da década de 2010
Alexandre
Ué, não esta certo que vai ser lançado em setembro? Na verdade eu já li rumores de que não terá novo iphone esse ano, que eles estariam focando forte no ios5 , que terá mudanças profundas. Cadê os macfags pra confirmarem isso?
Gabriel Oliva
"Com tantos rumores, a pergunta que mais frequentemente me vem à mente é se a Apple perdeu a capacidade de realmente inovar." - Ano passado tivemos a remodelagem do iPhone, do iPod e do MacBook Air. Reestruturação dos hardwares então nem preciso comentar. Então qual é o conceito de inovar? Não entendi.
@cmmarcondes
Pegatron, hehehe Mas, assim, design novo eu acho pouco provável, já que a Apple tem um ciclo de atualização de layout próximo de 2 anos (Até o iPad ficou quadradinho e tal...), agora um que eu achei BEM legal foi um que saiu no Gizmodo, onde o iPhone ficava unibody ;) No mais, acredito que a demora pra atualizar, seja o iPhone, seja o Air é a demanda de hardware: a Intel desenvolveu um tipo de cooler pros SandyBridge que não favorece tanto aparelhos mais estreitos e o iPad 2 tem mais espaço pra fluxo contido de ar (de acordo com o iFixit) por causa da grelha no espaço inferior do tablet, o que pode indicar que qualquer atualização nos aparelhos mais desejados da Apple estejam em atraso por causa dese redesign INTERNO, não necessariamente externo...
Exibir mais comentários