Durante 12º Fórum Internacional de Software Livre (também conhecido como Fisl), representantes da Canonical comentaram sobre seus planos de dominação mundial, e ao que tudo indica o Brasil (e mais dois continentes à sua escolha) fazem parte desses planos.

Embora já esteja em pelo menos um milhão de computadores no Brasil (um número que parece expressivo, mas pequeno se comparado ao númerototal de máquinas), os planos da Canonical para o Brasil incluem aumentar (muito!) a base de usuários.

Os pinguins querem invadir nossa praia

Jon Melamut, vice-presidente de Serviços OEM e Produtos da Canonical, esteve no Fisl acompanhado de outros membros da empresa. Em meio às palestras, comentou sobre a participação dos planos da Canonical para o Brasil: a ideia é utilizar contratos com o governo e também parceiras para distribuição OEM com empresas brasileiras para aumentar cada vez mais o uso da distro no país.

Ainda segundo Jon, o Brasil corresponde hoje à 5% do total de sistemas Ubuntu (e suas distros variantes) instalados no mundo.

O que é mais interessante: desses 5%, metade são instalações feitas a partir de contratos com o Ministério da Educação. Se considerarmos 1 milhão de instalações no total, pelo 500 mil máquinas com Ubuntu são usadas por jovens no país. Ou seja, milhares de crianças e adolescentes tem seu primeiro contato com Linux ainda na escola.

Além do MEC, outras empresas e entidades do governo que usam o Ubuntu incluem o exército, o Serpro, a Locaweb e o Buscapé.

Com Informações: Blog do André Gondim

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

GraniZus
Eu tb me considero um pessimista, mas, aquele que fracassou tentando, é maior do que o que desistiu sem tentar. Acredito que tanto faz Ubuntu, Mandriva, Mint, RedHat, Suse, tendo um bom suporte como o pessoal citou ai em cima, tendo treinamento, qualquer sistema pode dar certo. O que manda é dinheiro, e seria ótimo ver o governo torrando dimdim neste sentido, é menos grana parada, mais grana para a base (povo), e menos grana nos de-PUTADOS.
@bielz_carvalho
Vc sabe se a Canonical Store entrega no Brasil?
@bielz_carvalho
O Ubuntu tem sim loja de músicas. Quanto a apps pagos, também acho que ta em falta. Também acho que falta um MSN decente pro Linux
@heraldoluciano
Boa. Já procurei note com Linux e não encontrei... Só lembro do passado quando preciso editar vídeo. No mais o Ubuntu me atende com louvor.
Igor Matos
Na Cultura Inglesa daqui de Olinda também é Linux.
Adriano langaro
Pra mim substituiu muito bem. Todas as mihas ferramentas de desenvolvimento funcionam, e sãoi mais rápidas no ubuntu 11.04 que no Windows. Só precisa sair da zona de conforto e tentar aprenser coisas novas. Novas e melhores!
Flavio
Boa estratégia.
@brunogdb
@Demonisch Usuário invejoso
Jean
Legal, muito boa ideia. Muitas pessoas ficam traumatizadas com Linux porque, quando compram um computador (a CCE por exemplo), é dada a elas uma distribuição mal-feita, instável. O Ubuntu e seus derivado (como o Kubuntu que eu uso) são distros muito boas. O consumidor sairá ganhando.
Anderson
Boa iniciativa da canonical, só podia dar uma melhorada no nivel que deu uma caída no 11.04(assim disseram grande parte dos usuários) particularmente ainda não tive chance de testar essa versão, mais já vi muita gente reclamando do unity !
Gustavo Denes
Mesmo sentimento, atualmente sóm utilizo Ubuntu, mas vou ter que acabar instalando o Windows. Legal essa iniciativa, ao menos vai poupar o dinheiro dos cofres públicos (real intenção), de qualquer forma vai ser positiva.
Adilson
Olá Eu trabalho para a Canonical e fui um dos que estavam no estande. Eu realmente sinto muito se lhe pareceu que demos mais atenção a um grupo que a outros mas alguns fatores complicaram muito a nossa vida. - No estande tínhamos apenas 2 pessoas que falam Português comprometidas a ficar no evento e o local estava bombando, eu dei meu cartão a todos que não pude atender no momento para que me mandassem um email depois. - Muita gente vinha pedindo para olhar problemas que em notebooks. Infelizmente não havia maneira de fazermos isso no estande ou não conseguiríamos atender ao fluxo de pessoas que nos visitaram. Muitas eu atendi, quando as coisas estavam mais calmas (criei vários pendrives com o 11.04 pra quem tinha netbook) e para as outras, solicitei que fossem ao estande do ubuntu-br pois eles teriam melhores condições de ajudar no momento. - Apesar de ser um tema chato, infelizmente às vezes tínhamos que dar prioridade às empresas. São elas que nos sustentam e sustentam ao projeto e estes assuntos demoram para ser resolvidos em momentos eu tive que pedir a pessoas que retornassem mais tarde. Aos que assim fiz e se sentiram relegados, peço minhas sinceras desculpas. O que posso prometer foi que aprendemos com nossos erros e já estamos pensando em como melhorar para o próximo ano onde buscaremos uma integração melhor com a comunidade.
bawlaw
manda sugestão para eles Vinicius. Ajude eles à te ajudar. se vc nao der a sugestão, ninguem vai poder adivinhar e te ajudar. http://brainstorm.ubuntu.com/ só precisa saber um pouco de ingles... ou um bom tradutor
Tadeu
Fico na mesma, já fui e voltei várias vezes.
bawlaw
não sei programar e não sei desenhar muito bem... mas ve lá no Ubuntu brainstorm, to lá pelo menos dando ideias do que melhorar e votando nas ideias que gostei. ve la no bugprint.. todo bug que eu detecto eu jogo lá xD cada um fazendo o que sabe. eu sei criticar (no bom sentido), é o que tento. abraço xD
Exibir mais comentários