Usuários do GNOME 3 poderão sentir melhor as novidades do gerenciador de janelas muito em breve: um novo projeto, chamado “SweetTooth”, permitirá a você instalar extensões do GNOME com apenas um clique.

O interessante é que essas extensões serão totalmente criadas pelos usuários (e, portanto, não serão oficialmente suportadas pelo time de desenvolvimento do GNOME), mas só estarão disponíveis após um processo de análise e aprovação. Se aprovada, a extensão será publicada em (que ainda não está funcionando, notem bem), e estará disponível para o uso.

O interessante é que, com o SweetTooth, a proposta é que a instalação de extensões para o GNOME 3 aconteça com um clique apenas, e sem a necessidade de reiniciar o ambiente para que as alterações entrem em efeito. Mais ou menos como acontece hoje com o Firefox e o Chrome, mas em uma escala bem maior.

O vídeo abaixo mostra um pouco de como será o processo de instalação das extensões, além de mostrar como é simples subir novas extensões ou atualizá-las.

(YouTube)

Ainda sobre o processo de aprovação de extensões, a página do SweetTooth deixa claro que apenas extensões com conteúdo impróprio ou código ruim serão reprovados. Não haverá qualquer regra sobre o que as extensões podem ou não fazer além disso.

Com Informações: Web UPD8

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ramon Melo
Não vejo essa inovação como algo assim tão bom, vejo as distribuições tratando os usuários como beta testers, e nem todo mundo está satisfeito com essa ideia. Sinceramente, o problema do Unity não é a "nova cara" (que ficou excelente), mas os bugs ainda não resolvidos. Além disso, a interface ficou significativamente mais pesada que o GNOME 2, o que pegou de surpresa um bom número de usuários. Se eu só quero navegar na internet, editar documentos e consumir mídia, eu preciso fazer upgrade no meu computador só para "seguir essa evolução"? Preciso fazer upgrade ou trocar de PC só para continuar fazendo o que sempre fiz sem problemas? Isso não faz o menor sentido! Se é possível inovar em software mantendo a compatibilidade com os hardwares menos poderosos e opções para os mais conservadores, por que deixar todo esse legado de lado?
@brunogdb
Excelente! Agora sim eu gostei do Gnome 3.
Gabriel
Pesado? Na verdade não podemos considerar isso como um problema, a informática evolui e buscam apenas seguir essa evolução. Imagine se estivéssemos ainda nos tempos do Windows 95, com aquela interface? Ou, pior, na época do DOS... Ainda bem que estão evoluindo, sinal de que as distros Linux estão caminhando cada vez mais pra frente, para inovar. Se o Linux é utilizado por 1% dos usuários, sendo que muitos são insatisfeitos com o Windows e/ou não tem dinheiro para comprar um Mac, significa que o Linux deve mudar para atrair os usuários (claro que não só o sistema operacional, mas os programas suportados para o sistema também). Não entendo essa comunidade Linux: reclamam que usam Windows pirata e etc e tal, mas quando alguém propõe a fazer algo diferente para atrair novos usuários, o pessoal reclama. Lembre-se que o que é bom pra você pode não ser pra mim, muito menos para quem quer comprar o computador nas Casas Bahia. Por exemplo: gostei da ideia do Unity de dar "uma nova cara" ao Ubuntu 11.04 e muitos criticaram. Tem muito a melhorar, sim, mas vamos dar tempo ao tempo. Nada é definitivo.
Victor
Infelizmente o GNOME esta indo no mesmo caminho do KDE e do Windows, interfaces cada vez mais pesadas e com um ou outro recurso bom. Por isso que prefiro XFCE e Debian, Linux nos da opções e controle sob tudo, mas infelizmente muitos programas só rodam no Windows e tenho de usa-lo na faculdade e no trabalho......
@luisdpaula
"O interessante é que essas extensões serão totalmente criadas pelos usuários..." "O interessante é que, com o SweetTooth, a proposta é que a instalação de extensões para o GNOME 3 aconteça com um clique apenas..." Não entendi o que é interessante?!?! trollagem/off] Achei legal pena que eu não sou muito o Gnome 3.
Thiago Sabaia
Legal....