Disponível há menos de três anos, o navegador Chrome rapidamente conquistou uma grande fatia do mercado, reconhecido como um navegador rápido, estável e simples de usar. E é exatamente isso o que pensa o fundador da Canonical, Mark Shuttleworth, que considerou seriamente a possibilidade de colocar o navegador como padrão já no Ubuntu 11.10. Isso não aconteceu, mas pode ser diferente em futuras versões do sistema.

Em entrevista para o site Network World, Mark fala, entre outras coisas, sobre sua preferência pelo Chrome e quais os motivos que o levam a querer o navegador como padrão no Ubuntu. Segundo ele, todo o trabalho que o Google vem fazendo com o Chrome OS (que é baseado no Linux) gera um imenso impacto positivo na performance do navegador quando executado no Linux.

Ou seja, com a troca o Ubuntu teria um navegador bem mais rápido, e provavelmente mais adaptado ao visual minimalista do Unity. E, é claro, quem ainda prefere o Firefox pode simplesmente baixá-lo usando o apt.

Mas calma, que isso ainda pode demorar para acontecer. O plano original era fazer a troca no Ubuntu 11.10, mas por diversos motivos isso não foi possível. Como a versão 12.04 do Ubuntu será LTS (Long Term Support – uma versão “especial” do Ubuntu, onde tanto empresas quanto usuários comuns tem um tempo maior de suporte e atualizações por parte da Canonical), é bem provável que poucas mudanças drásticas aconteçam ao sistema.

Ou seja, provavelmente só veremos o Chrome sendo usado como navegador padrão do Ubuntu em outubro de 2012, quando a versão 12.10 for lançada. Mas quem sabe com alguma sorte isso não acaba acontecendo antes? 🙂

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Christopher
Espero que a proxima versão do Ubuntu pra o navegador padrão vai ser o Chrome... Tenho dois computadores um meu Desktop Ubuntu meu Notebook Windows e em breve vou usar o MAC OS X da Apple vou ter 3 Sistemas Operacionais rs Fuuuuuuuuuuiiiiiiii!!!!!!!
Everson
Realmente uma ótima opção. Já não utilizo o Firefox faz um bom tempo, e com essa mudança irá facilitar à vida de várias pessoas que têm dificuldades com a instalação do Chrome no Ubuntu. O que não entendo aqui são os usuários de Windows criticando o projeto. Oras, se você não utiliza Ubuntut, por que está a reclamar? Cada um...
@hugoleomarques
Parei de usar o FIREFOX por isso também, já percebi que ele dá umas engasgadas.
@GabrielAquinoCS
Uso o Chrome desde o seu lançamento e já ta como navegador padrão no windows e no ubuntu; no ubuntu ele é simplesmente imbatível muito rápido. O chrome veio pra ficar.
Victor
Mas tem o Chrome para rWindows.
@Mateus__RC
Demorou... Chrome na véia...ops... na veia.
fellows
Chrome??? mermão... PAREM DE USAR ESSE TRECO!!!!! Eles estão te rastreando!
@kaantaro
Mais rápido: Chrome Mais leve: Opera Mais personalizável: Firefox Mais problemático: Internet Explorer
@EmanuelSchott
Claro que a Canonical não tem grandes diferenças pra Sony, Apple, etc... Ela é uma EMPRESA COM FINS LUCRATIVOS, isso nunca foi segredo pra ninguem. Só trabalha de uma forma diferente, ao invez de vender o produto (como as outras fazem), ela foca apenas no suporte.
@EmanuelSchott
No caso será utilizado o Chromium e não o Chrome certo? Chrome é fechado e a Canonical tem uma rígida característica de não adicionar programas de código fechado na instalação padrão do Ubuntu.
@tiotodi
Isso é simples, basta baixar via apt e torná-lo padrão do sistema! Eu quero mesmo é o Gnome3 nativo no Ubunto, isso sim!
Gabriel Bemfica
Como a Mozilla também adotou o regime de atualizações mais frequentes já usado no Chrome, o dois navegadores se encaixariam muitíssimo bem numa versão LTS. Aí, creio, vai depender da Mozilla e da Google mostrarem pra Canonical por que seus navegadores são melhores que os outros. Porém, ainda acho que o que foi adotado no Windows na União Europeia devia valer para as distros de Linux: uma tela, durante a instalação, para escolher o seu navegador preferido. E, no Linux, não só para navegador, mas também para outros aplicativos, como media player e gerenciador de arquivos. Naturalmente, opções como essa diminuiriam a "user-friendliness" do sistema, mas nada que uma opção "configurações expressas", com o sistema detectando o hardware e instalando os softwares mais adequados, não resolvesse.
Caio Furtado
Chrome > Firefox. Nada mais justo o Ubuntu vir com ele nativamente.
Yangm
Não, porque trava ao abrir. (Intel core 2 Duo, 4 GB Memória RAM)
Yangm
Quem te disse que chrome não roda no windows???
Exibir mais comentários